Início » Aplicativos e Software » Google libera pagamentos do G Suite em reais e com boleto

Google libera pagamentos do G Suite em reais e com boleto

O preço do serviço do Google para empresas ficou entre R$ 24,30 e R$ 112 mensais por usuário

Victor Hugo Silva Por

O G Suite, serviço do Google para empresas, passou a permitir nesta sexta-feira (24) que os pagamentos sejam realizados em reais. Até então, o assinatura no Brasil só poderia ser paga em dólares, o que criava variações de acordo com o câmbio.

Com a mudança, o Google permitirá pagamentos em boleto bancário e não apenas em cartão de crédito, como acontecia anteriormente. O pagamento em reais vale para todos os planos e já inclui os impostos sobre o valor de cada assinatura.

Estes são os preços do G Suite em reais:

  • Basic: R$ 24,30 mensais por usuário;
  • Business: R$ 45,90 mensais por usuário;
  • Enterprise: R$ 112 mensais por usuário.

Os preços do serviço sofreram um reajuste no início de abril, quando ainda eram cobrados em dólares. Na ocasião, a mensalidade por usuário do plano Basic passou para US$ 6 (R$ 24, na cotação atual); a do Business foi para US$ 12 (R$ 48); e a do Enterprise ficou em US$ 25 (R$ 100).

Com a atual cotação (dólar próximo de R$ 4), o preço do plano básico do G Suite ficou praticamente igual, enquanto o plano intermediário teve uma leve queda. A maior diferença está no plano mais caro, mas a mudança para reais pode ser vantajosa caso a moeda americana fique mais cara.

É importante lembrar que os valores dos planos Basic e Business estão em promoção no Brasil até abril de 2020. Em seguida, o Google passará a cobrar, respectivamente, R$ 27 e R$ 54 por mês de cada usuário.

Os novos clientes do G Suite poderão escolher se pagarão em reais ou dólares. A mudança para a moeda brasileira pode ser feita a qualquer momento por quem já é assinante, mas, depois disso, não é mais possível voltar a pagar em dólares.

As empresas que optarem pela alteração terão as cobranças futuras em dólares canceladas e as novas, em reais, cobradas a partir da data da mudança.

No momento da transição, é preciso inserir dados de um cartão de crédito. Em seguida, há a opção de escolher o pagamento com boleto bancário. O Google enviará, então, um histórico de faturamento relativo a todos os pagamentos anteriores.

Com informações: Google.

Mais sobre: ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação