Início » Aplicativos e Software » Google libera pagamentos do G Suite em reais e com boleto

Google libera pagamentos do G Suite em reais e com boleto

O preço do serviço do Google para empresas ficou entre R$ 24,30 e R$ 112 mensais por usuário

Victor Hugo Silva Por

O G Suite, serviço do Google para empresas, passou a permitir nesta sexta-feira (24) que os pagamentos sejam realizados em reais. Até então, o assinatura no Brasil só poderia ser paga em dólares, o que criava variações de acordo com o câmbio.

Com a mudança, o Google permitirá pagamentos em boleto bancário e não apenas em cartão de crédito, como acontecia anteriormente. O pagamento em reais vale para todos os planos e já inclui os impostos sobre o valor de cada assinatura.

Estes são os preços do G Suite em reais:

  • Basic: R$ 24,30 mensais por usuário;
  • Business: R$ 45,90 mensais por usuário;
  • Enterprise: R$ 112 mensais por usuário.

Os preços do serviço sofreram um reajuste no início de abril, quando ainda eram cobrados em dólares. Na ocasião, a mensalidade por usuário do plano Basic passou para US$ 6 (R$ 24, na cotação atual); a do Business foi para US$ 12 (R$ 48); e a do Enterprise ficou em US$ 25 (R$ 100).

Com a atual cotação (dólar próximo de R$ 4), o preço do plano básico do G Suite ficou praticamente igual, enquanto o plano intermediário teve uma leve queda. A maior diferença está no plano mais caro, mas a mudança para reais pode ser vantajosa caso a moeda americana fique mais cara.

É importante lembrar que os valores dos planos Basic e Business estão em promoção no Brasil até abril de 2020. Em seguida, o Google passará a cobrar, respectivamente, R$ 27 e R$ 54 por mês de cada usuário.

Os novos clientes do G Suite poderão escolher se pagarão em reais ou dólares. A mudança para a moeda brasileira pode ser feita a qualquer momento por quem já é assinante, mas, depois disso, não é mais possível voltar a pagar em dólares.

As empresas que optarem pela alteração terão as cobranças futuras em dólares canceladas e as novas, em reais, cobradas a partir da data da mudança.

No momento da transição, é preciso inserir dados de um cartão de crédito. Em seguida, há a opção de escolher o pagamento com boleto bancário. O Google enviará, então, um histórico de faturamento relativo a todos os pagamentos anteriores.

Com informações: Google.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

MeninãoBOBO

Nesse ponto o outlook é mais negocio, ter office com custo mais barato!

Henrique Picanço

Saudades do pacote gratuito...

Um dia, eu SONHO que exista uma versão da Gsuite com uma máquina VPS, pois só assim para eu pagar 25 reais num e-mail com meu domínio... Mas claro que isso não passa de um sonho (e que nunca acontecerá)

thejorsias

Tenho uma comprada em Setembro do ano passado e tá de pé até hoje, mas eu preferi pegar direto com o Google depois que eu vi que precisava de algo mais seguro.

Fábio Prates Rocha

E essas contas vendidas no ML são funcionais mesmo?

Flavio Amorim

Sorte de quem teve a oportunidade de pegar o plano inicial la nos primórdios 15GB free e 200 conta de email.

thejorsias

Vale lembrar que o plano Business para só um usuário diz ser de 1TB, mas na verdade é ilimitado. O Google provavelmente não coloca em prática esse limite.

E levando em conta esse monte de conta sendo vendida no ML sem que o Google faça algo a respeito, vai ficar assim por um bom tempo.