Início » Negócios » Huawei reavalia FedEx após pacotes serem desviados para os EUA

Huawei reavalia FedEx após pacotes serem desviados para os EUA

Documentos enviados do Japão para escritório da Huawei na China foram parar nos Estados Unidos

Por
28/05/2019 às 15h18

Por essa você não esperava: até uma empresa de logística entrou no meio da guerra entre a Huawei e o governo americano. A FedEx pode acabar perdendo uma cliente depois que pacotes enviados do Japão para um escritório da Huawei na China foram desviados. Sabe onde os documentos foram parar? Isso mesmo, nos Estados Unidos.

Caixas da FedEx (Foto: Divulgação/FedEx)

A Huawei acusa a FedEx de ter desviado ou tentado desviar quatro pacotes. À agência de notícias Reuters, a empresa chinesa forneceu os registros de rastreamento e informou que as remessas continham apenas documentos, não tecnologias. As rotas foram as seguintes:

  • Dois pacotes enviados de Tóquio, Japão, nos dias 19 e 20 de maio para a Huawei na China foram parar em Memphis, no estado americano do Tennessee, no dia 23 de maio. Memphis é a cidade onde fica a sede da FedEx.
  • Dois pacotes enviados de Hanói, Vietnã, no dia 17 de maio para a Huawei em Singapura e Hong Kong chegaram aos países de destino, mas foram retidos nos centros locais da FedEx com o status “delivery exception”. Esse status é exibido quando algo inesperado ocorre com a entrega, como um feriado ou atraso na alfândega. A FedEx não explicou qual foi o problema.

Como os pacotes tinham origem e destino em países asiáticos, é no mínimo estranho que eles cheguem nos Estados Unidos — nem na Terra plana os americanos ficam no meio da rota (eu fui conferir). Por isso, o porta-voz da Huawei, Joe Kelly, declara que “teremos que revisar nossos requisitos de logística e entrega de documentos como resultado direto desses incidentes”.

A Huawei também forneceu à agência de notícias um e-mail suspeito que teria sido enviado em 22 de maio por um representante do suporte da FedEx no Vietnã. “Por favor, saiba que a FedEx Singapura recebeu uma notificação da FedEx EUA para reter e retornar o pacote aos Estados Unidos. Portanto, a remessa não será entregue ao destinatário e agora está sendo armazenada no centro da FedEx em processo de RTS (retorno ao remetente)”, diz a mensagem.

A FedEx informa que o desvio foi um erro e que não recebeu nenhum pedido para mudar propositalmente a rota das remessas da Huawei. Diz ainda que “este é um caso isolado e limitado a um número muito pequeno de pacotes”. A subsidiária chinesa da FedEx se desculpou publicamente pelo caso e reforçou que não sofreu pressão externa para desviar os documentos.

Mais sobre: , ,
Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.