Início » Internet » Microsoft Teams chega a 13 milhões de usuários e ultrapassa Slack

Microsoft Teams chega a 13 milhões de usuários e ultrapassa Slack

Microsoft Teams tem 13 milhões de usuários contra 10 milhões do Slack

Por
12/07/2019 às 12h11

O Microsoft Teams surgiu em 2016 como um concorrente do Slack e, desde então, vem crescendo em número de usuários. Só não estava claro em quanto, mas, nesta semana, a Microsoft abriu o jogo: o serviço já registra 13 milhões de usuários diários. Essa quantidade aumenta para 19 milhões se considerarmos os usuários ativos semanalmente.

Microsoft Teams

É um feito e tanto, afinal, esses números colocam o Microsoft Teams à frente do seu maior rival: o Slack informou no início do ano que possui 10 milhões de usuários ativos diariamente e, em abril, reportou a mesma quantidade.

De lá para cá, os números do Slack podem ter crescido, mas como a empresa vem se preparando para lançar ações na bolsa, não tem comentado o assunto para não atrapalhar o processo.

Se os números tiverem aumentado, há boas chances de que isso não tenha ocorrido de modo expressivo. Se em um passado recente o Slack se tornou a ferramenta de comunicação corporativa favorita de muitas equipes, agora, a taxa de adoção do serviço vem caindo. Pelo menos é o que aponta um levantamento da empresa de pesquisas ETR.

No outro extremo, o Microsoft Teams dá sinais de vigor. A Microsoft tem trabalhado para tornar o serviço cada vez mais popular e esses esforços estão dando resultado. Provavelmente, a decisão de lançar uma versão gratuita do Teams menos restritiva que o Slack Free foi o mais importante.

Microsoft Teams versus Slack

Divulgar os números de usuários também faz parte desses esforços. Junto a isso, a Microsoft vem preparando uma série de novidades para o Teams, como uma função de notificações urgentes e ferramentas para moderação de canais.

A Microsoft também tem tirado proveito da sua magnitude no mercado para impulsionar o Teams. Uma das estratégias nesse sentido é incluir o serviço em assinaturas corporativas do Office 365. Além disso, a companhia vem instruindo os seus times de vendas a aumentar os esforços para promover o Teams.

Curiosamente, a Microsoft chegou a considerar a compra do Slack. Mas, depois do lançamento do Teams, a companhia partiu para cima do serviço rival com uma agressividade que lembra a disputa Instagram versus Snapchat.

Apesar disso, a situação do Slack não parece tão ruim. Mesmo com o Microsoft Teams assumindo a dianteira, o Slack tem uma base expressiva de usuários e mantém a simpatia de muitos clientes, especialmente startups e pequenas empresas.

Com informações: The Verge, Vox.