Início » Internet » Facebook deixou funcionários ouvirem mensagens de voz do Messenger

Facebook deixou funcionários ouvirem mensagens de voz do Messenger

Facebook Messenger transcreve mensagens de voz para texto; Google e Apple também pararam de usar humanos para isso

Felipe Ventura Por

Virou passeio: o Facebook liberou acesso a diversas mensagens de voz do Messenger para funcionários terceirizados, que ficavam encarregados de ouvi-las e transcrevê-las; o objetivo era melhorar a ferramenta de inteligência artificial que faz a conversão automática para texto. A rede social diz que interrompeu essa prática “há mais de uma semana”, seguindo os passos do Google e Apple.

facebook messenger

Segundo a Bloomberg, centenas de funcionários da empresa terceirizada TaskUs estavam recebendo mensagens de voz do Messenger para transcrição. Eles ouviam conversas privadas dos usuários, incluindo “conteúdo vulgar”.

O Facebook confirma que estava transcrevendo áudio dos usuários, e diz que não vai mais fazer isso. Os usuários afetados haviam ativado o recurso “Voz para texto”, e os funcionários ajudavam a verificar se a transcrição feita por inteligência artificial estava correta.

A função “Voz para texto” vem sendo testada desde 2015 em inglês: você segura em uma mensagem de voz no Messenger para Android ou iOS, toca em Transcrever e vê a conversão do áudio para texto. Também é possível ativar isso para todas as mensagens de uma conversa.

facebook messenger voz para texto

No entanto, o Facebook dava a entender que o processo era totalmente automático, e nunca deixou claro que esses áudios poderiam ser ouvidos por alguém fora da conversa. Além disso, se uma das partes da conversa ativar o “Voz para texto”, as mensagens de ambas as pessoas poderiam ser analisadas por funcionários.

A política de dados do Facebook diz: “nossos sistemas processam automaticamente o conteúdo e as comunicações que você e outras pessoas fornecem a fim de analisar o contexto e o conteúdo incluído nesses itens”. Não há menção a análise por humanos.

Os termos são bem vagos quanto ao repasse dos seus dados para terceiros: “fornecemos informações e conteúdo para fornecedores e provedores de serviços que viabilizam a operação de nosso negócio… analisando como nossos Produtos são usados”.

Apple e Google também deixavam humanos ouvir áudios

Siri no iPhone

“Assim como a Apple e o Google, interrompemos a análise humana de áudios há mais de uma semana”, diz o Facebook. A Apple usava funcionários terceirizados para ouvir gravações da Siri e identificar respostas imprecisas; a empresa suspendeu essa prática.

O Google também estava usando terceirizados para transcrever gravações do Assistente na Bélgica e Holanda; depois que o caso foi revelado, a companhia parou de fazer isso na União Europeia.

A Amazon tem humanos que analisam gravações da Alexa, e adicionou uma opção para impedir que terceiros ouçam esses áudios. A Microsoft foi flagrada adotando a mesma técnica no Skype Translator e em comandos da Cortana: a empresa não interrompeu essa prática, afirmando ao Motherboard que “obtém a permissão dos clientes antes de coletar e usar os dados de voz deles”.

Com informações: Bloomberg.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Lucas

Se um dia ouviram um áudio meu, fico pensando: como transcreveram meus peidos, porque de vez em quando finalizo eles com flatulências KKKK

Anderson

Aproveita e faz a mesma coisa com Apple e Google, já que eles também faziam a mesma coisa. Consegue?

phsodre

Ainda não existe uma forma de uma máquina aprender, sem a interferência humana. O que custa as empresas deixarem claro que o que os seus softwares fazem não é mágica? Difícil esse rolê!!!

Burnerman_X

Quem diria que "aprendizado de máquina" na verdade usava pessoas?

7csP9tkb

Na verdade o que me surpreendeu é essa notícia não ter saído antes. Se até a Apple fazia isso, alguém achava mesmo que o tio Zuck não faria?

7csP9tkb

Vou piorar as coisas, lembra daquela notícia que as TVs da Samsung ouviam tudo o que era dito mesmo desligadas? Você nem precisa estar "na internet" para ter sua vida exposta para terceiros. No futuro não tão distante, privacidade total será um luxo que pouquíssimas pessoas poderão ter, se é que terão...

Marcos G. Tow

2019 e as pessoas ainda não compreendem que navegar na internet é como estar andando nas ruas, as redes sociais são como praças públicas, e não é por que você está conversado baixinho com uma pessoa (criptografia ponto a ponto, ah vah) que garante que microfones e drones (Empresas Tech e parceiras) não estejam analisando/monitorando o que você fala.
Hoje absolutamente nada na internet mainstream é 100% confidencial.

Luiz Henrique

Chocando um total de 0 pessoas

Thiago Moraes

Só pode ser piada namoral kkkkk Adeus facebook