Início » Aplicativos e Software » Google Chrome deixará de ter suporte ao FTP a partir da versão 82

Google Chrome deixará de ter suporte ao FTP a partir da versão 82

O FTP é um protocolo bem antigo e, portanto, considerado inseguro para um navegador

Emerson Alecrim Por

Quase dois anos se passaram desde que o Google decidiu sinalizar o FTP (File Transfer Protocol) como não seguro no Chrome. Em breve, nem isso existirá mais: a partir do Chrome 82, conexões baseadas nesse antigo protocolo de transferência de arquivos deixarão de ser suportadas.

Não é uma decisão recente. Desenvolvedores do Chrome vêm considerando remover o suporte ao FTP no navegador pelo menos desde 2014. A razão é um tanto óbvia: esse protocolo é muito antigo (foi desenvolvido em 1971) e, como tal, não corresponde aos padrões de segurança atuais dos navegadores por não possuir nenhum tipo de criptografia.

De certa forma, o “boicote” ao protocolo começou no final de 2017, com o lançamento do Chrome 63. A partir dessa versão, o navegador passou a sinalizar conexões FTP como não seguras, apesar de não impedir o seu uso.

Google Chrome

No Google Chrome 72, o navegador deixou de renderizar conteúdo oriundo de FTP. Desde então, o navegador só permite que arquivos vindos de FTP sejam baixados. Você pode conferir isso abrindo o endereço ftp://ftp.hp.com/pub/extaccel/landing.jpg no Chrome — até recentemente, essa imagem era mostrada pelo navegador.

A remoção do suporte ao FTP será feita aos poucos, começando pelo Chrome 78. A ideia é fazer o Chrome 82 ser lançado (provavelmente em março ou abril de 2020) sem nenhum tipo de compatibilidade com o protocolo. Se o usuário tentar abrir uma conexão FTP nessa versão ou posteriores, o navegador acionará um cliente para isso (caso ele esteja instalado), como o FileZilla.

Nas estimativas do Google, menos de 0,1% dos usuários acessam conexões FTP a partir do Chrome, portanto, a decisão não deve resultar em muitas reclamações. Dependendo da aplicação, a adoção de padrões como o FTPS (FTP com SSL) pode ser uma alternativa.

Outros navegadores baseados no Chromium, como o Opera e o Vivaldi, também deverão ser afetados pela decisão. Presumivelmente, o suporte ao FTP só continuará existindo neles se os desenvolvedores fizerem implementações à parte.

Com informações: gHacks.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Natthan Fruche Terzi

que FDP esse Chrome

Almirante Golfinho

Sim, era só pra deixar registrado, mas como vc bem disse, de fato, dificilmente seria implantado e adotado

mateus henrique

Mas a ideia e centralizar em um protocolo.. eu sei que existe. Ate mesmo implementei um e na boa, só sites em intranet de empresas ou cpanels de servidores web, que nesse caso assim como mencionado na matéria, podem usar o FTP cliente como filezilla.

Mas excelente observação, nem todos sabem disso.

Almirante Golfinho

tbm existe ftps e sftp...

Porto Velho

O IBGE usa isso pra dar acesso aos dados até hoje.

Rodrigo T.

*anos 70
kkkk

Lucas Oliveira

Acho que voce não leu a matéria toda ou é burro mesmo.

Paulo Manrique

Não é o FTP que não suporta criptografia, mas é o Chrome que não implementou o FTPS, e não quer implementar por pouco uso. Literalmente, a primeira frase do documento fonte que o ghacks usou..

Ou seja, a frase:

"A razão é um tanto óbvia: esse protocolo é muito antigo (foi
desenvolvido em 1971) e, como tal, não corresponde aos padrões de
segurança atuais dos navegadores por não possuir nenhum tipo de
criptografia."

Está totalmente errada.

Mateus Henrique

sem falar q geral usa http(s) para substituir isso heuehuheueh

José Vieira

FTP; isso é tão anos 90... rs

Igor Pissolati

Se vão tirar o FTP por ser inseguro, deviam retirar o protocolo WS também já que existe o WSS.. -.-