Tecnoblog
Início » Jogos » 11 jogos de videogame que viraram séries e filmes

11 jogos de videogame que viraram séries e filmes

Coloque o controle de lado e pegue a pipoca: 11 jogos de videogame que viraram filmes e séries, entre os bons e os muito ruins

Muitos jogos de videogame viraram filmes e séries. Alguns de excelente qualidade, outros assistíveis, que envelheceram razoavelmente, e alguns tão ruins que o melhor a fazer é ficar longe deles. Listamos aqui 11 títulos de franquias famosas, que podem ou não ter sido bem executados nas telas da TV e do cinema — incluindo também a Netflix.

11 jogos de videogame que viraram séries e filmes

Esta lista não está em ordem de qualidade ou de preferência e não demos destaque aos melhores títulos, até porque a grande maioria das adaptações de jogos de videogame para a telona ou para a telinha não deu muito certo. Dito isso, vamos em frente:

1. Super Mario Bros. (1993)

Não dá para começar esta lista por outro filme que não seja Super Mario Bros. Além de ter sido a primeira adaptação de um jogo para o cinema, ele é frequentemente listado como o pior filme baseado em games de todos os tempos: um roteiro sem pé nem cabeça, cenários terríveis, figurinos horrorosos e atuações péssimas, onde nem mesmo Dennis Hopper como “presidente” Koopa se salva. Não está disponível no streaming.

2. Street Fighter (vários)

A série Street Fighter foi adaptada duas vezes para o cinema, ambas resultando em filmes fracos. A primeira, Street Fighter: A Batalha Final (1994) trazia Jean-Claude Van Damme como Guile, e Raul Julia (em seu último papel antes de morrer) como o vilão M. Bison. A segunda, Street Fighter: A Lenda de Chun-Li (2009) trazia a atriz Kristin Kreuk (Smallville) como protagonista, além de Neal McDonough (Capitão América: O Primeiro Vingador) como M. Bison e Michael Clarke Dugan (À Espera de um Milagre, Demolidor) como Balrog.

Mais recentemente, a franquia foi adaptada em duas séries live-action para a web, Street Fighter: Assassin’s Fist e Street Fighter: Ressurrection, ambas mais fieis aos jogos originais.

3. Mortal Kombat (vários)

Mortal Kombat também foi adaptado várias vezes. A primeira, Mortal Kombat: O Filme (1995) foi uma boa obra de ação/artes marciais, com Christopher Lambert como Raiden e Cary-Hiroyuki Tagawa como Shang Tsung, que recentemente voltou a emprestar sua voz e aparência ao personagem em Mortal Kombat 11. Mesmo hoje, é considerado uma das adaptações melhor executadas, dadas as limitações da época. O mesmo não pode ser dito da sequência Mortal Kombat 2: A Aniquilação (1997), sem a mesma qualidade.

O jogo também já teve um curta (Mortal Kombat: Rebirth) e duas séries (Mortal Kombat: Konquest e Mortal Kombat: Legacy), e há um novo filme agendado para estreia em 2021.

4. Resident Evil: O Hóspede Maldito (2002)

A série de Survival Horror da Capcom foi adaptada para o cinema por Paul W.S. Anderson (que dirigiu o primeiro Mortal Kombat), mas com um detalhe: a trama de Resident Evil: O Hóspede Maldito e suas sequências foi moldada em torno de uma nova protagonista chamada Alice, vivida pela atriz Milla Jovovich (O Quinto Elemento), que alguns anos depois do primeiro filme, viria a se tornar esposa do diretor. Muita gente não gosta dos filmes por essa divergência dos jogos, mas é fato que a franquia é uma das adaptações de games para a telona mais bem sucedidas financeiramente.

5. Terror em Silent Hill (2006)

A série de terror psicológico Silent Hill foi adaptada duas vezes para o cinema: a primeira, Terror em Silent Hill (2006) não reproduz todos os eventos dos jogos fielmente (embora conte com o Pyramid Head), mas recria situações semelhantes de forma a se aproveitar melhor da linguagem cinematográfica, com destaque para a cena das enfermeiras. A sequência, Silent Hill: Revelação (2012), foi bem menos inspirada que o anterior.

6. Tomb Raider: A Origem (2018)

Tomb Raider teve duas encarnações no cinema: a primeira, estrelada por Angelina Jolie rendeu dois filmes, Lara Croft: Tomb Raider (2001) e Lara Croft: Tomb Raider – A Origem da Vida (2003), ambos adaptando com fidelidade os jogos como eles eram antes do reboot.

Para trazer a atual Lara e a trama da mais recente trilogia de games para a telona, Tomb Raider: A Origem (2018) conta com Alicia Vikander (EX_Machina) no papel principal, naquela que é a melhor versão da exploradora fora dos jogos, Há um segundo filme em produção, prometido para 2021.

7. Warcraft: O Primeiro Encontro de Dois Mundos (2016)

A história de Warcraft: O Primeiro Encontro de Dois Mundos segue o roteiro do primeiro jogo da franquia, Warcraft: Orcs & Humans (1994) à risca, nos mínimos detalhes. O filme foi uma parceria entre a Legendary Pictures e a desenvolvedora Blizzard, é o mais caro dentre os baseados em games da história (custou de US$ 150 milhões). Mas, apesar disso, rendeu muito menos que o esperado, não conquistando o público geral e sucesso apenas entre os fãs dos jogos.

8. Double Dragon (1994)

Um filme com a vibe de Surfistas Ninjas, o cenário de Robocop e pancadaria a vontade: você tem Double Dragon. Baseado no clássico dos beat ’em ups era despretensioso e até ingênuo em sua proposta, com uma trama sobre um medalhão dividido em duas partes, que reunidas conferem grandes poderes. O filme estrelado por Robert Patrick (O Exterminador do Futuro 2) e Mark Dacascos (Crying Freeman) passa hoje como um filme nível Sessão da Tarde, leve e divertido.

9. Alone in the Dark: O Despertar do Mal (2005)

Se for para escolher um filme baseado em jogos produzido e dirigido pelo “mito” Uwe Boll, que seja o pior dentre os piores. Alone in the Dark: O Despertar do Mal não só é um dos piores games adaptados para o cinema, mas um dos piores filmes de todos os tempos, ponto. Atuações medíocres, efeitos ridículos e um roteiro bizarro, que nada tem a ver com o game, fizeram com que o filme tenha sido um fracasso retumbante.

10. Príncipe da Pérsia: As Areias do Tempo (2010)

A franquia Prince of Persia, que já era popular desde os anos 1990 ganhou novo fôlego com o reboot na década seguinte, na trilogia das Areias do Tempo, em que o filme Príncipe da Pérsia: As Areias do Tempo foi baseado. Mesmo com produção do mesmo estúdio da série Piratas do Caribe (ou seja, Disney), com o criador do jogo Jordan Mechner como consultor, e contando com Ben Kingsley e Jake Gyllenhaal no elenco, o filme não atendeu às expectativas e é considerado uma adaptação aquém dos jogos.

11. The Witcher (2019)

Por mais que The Witcher se baseie nos livros de Andrzej Sapkowski (a primeira temporada adapta as tramas de O Último Desejo e A Espada do Destino), e não a história dos jogos, é fato notório que a série recentemente lançada na Netflix deve grande parte de sua popularidade à trilogia de jogos lançados pela CD Projekt Red, em especial The Witcher 3: Wild Hunt (2015), que vem conquistando cada vez mais fãs, basicamente com a série e o jogo alimentando um ao outro. Essa, disponível na Netflix, na 1ª temporada.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação