Início » Legislação » Apple critica proposta da Europa de padronizar carregadores de celular

Apple critica proposta da Europa de padronizar carregadores de celular

União Europeia quer regulamentação para padrão único de porta para carregadores, mas Apple é contra

Emerson Alecrim Por

Os esforços da União Europeia para regulamentar um padrão único de conector para recarga de celulares, tablets e afins estão encontrando oposição: a Apple, que já havia se manifestado contra essa padronização, voltou a atacar a ideia. Para a companhia, a proposta limita a capacidade de inovação no setor.

USB-C (imagem: Pixabay)

Esse posicionamento tem uma só explicação: o conector Lightning. Enquanto a indústria como um todo migra do micro-USB para o USB-C, a Apple equipa iPhones e iPads com o seu próprio padrão de conexão. Até os fones de ouvido Beats Solo Pro já contam com porta Lightning (a Beats pertence à Apple desde 2014, vale relembrar).

Se a padronização entrar em vigor, a Apple vai ser obrigada a deixar o Lightning de lado e a adotar o mesmo tipo de conexão usado pelos demais fabricantes, pelo menos nos produtos comercializados na Europa.

Para a União Europeia, a padronização deve facilitar a interoperabilidade entre dispositivos de diferentes marcas. Você poderá, por exemplo, aproveitar o carregador de um celular antigo caso perca o atual (coisa que muita gente já faz). Com efeito, esse tipo de comportamento pode reduzir o lixo eletrônico: estima-se que mais de 51 mil toneladas de carregadores vão para o lixo anualmente.

Mas, para a turma de Cupertino, esses benefícios são questionáveis. Um estudo da Copenhagen Economics encomendado pela Apple indica que a regulamentação para um padrão único de conexão gerará custos para os consumidores na ordem de € 1,5 bilhão.

Cabo USB-C para Lightning

Isso porque o Lightning já é bem disseminado: “mais de um bilhão de dispositivos Apple já foram produzidos com conector Lightning, além de um ecossistema inteiro de fabricantes de acessórios que usam o conector”, explica a companhia.

Na mesma nota, a Apple argumenta que uma regulamentação específica para isso não é necessária porque a indústria já está adotando o conector USB-C e lembra que isso vale inclusive para os seus produtos — a Apple vende cabos USB-C para Lightning.

A empresa defende essa abordagem dizendo que ela “é mais acessível e conveniente para os consumidores, pois permite cobrir uma ampla gama de produtos eletrônicos portáteis, incentiva os usuários a reutilizarem o carregador e dá abertura para a inovação”.

“Esperamos que a Comissão Europeia continue buscando uma solução que não limite a capacidade da indústria de inovar e trazer novas tecnologias interessantes para os clientes”, finaliza a Apple.

Com informações: Reuters.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
24 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Leandro Alves (@KILLME)

Autoritarismo moderno vai acabar com a Europa. Podem anotar hehehe.

Higo Ferreira (@higoff)

Coitada da Apple. Se isso for aprovado, como ela vai vender seus carregadores e cabos exclusivos a preço de diamante?

Lucas Santos (@Lucas_Santos)

“Inovação” ainda usando o lightning padrão, que é mais lento que o tipo C. De qualquer forma a Apple vai tirar qualquer entrada de cabos daqui poucas versões pra vender o carregamento wireless…

Kira (@kira)

Só estão esquecendo que nem todos carregadores / baterias usam a mesma amperagem…

Eu como técnica, vejo muitos problemas relacionado a bateria por conta disso! usar outros carregadores afeta o ciclo da bateria, como tbm carregadores de má qualidade… padrozinar seria um erro, a não ser q todas baterias e carregadores fossem iguais, coisa q é impossível de acontecer.

Agora, o título correto seria, padronizar apenas o cabo / conector, mas de qualquer modo, como disse, isso não é saudável para a vida útil da bateria, como do aparelho, pois cada modelo pode ter CI de voltagem diferente de outros modelos.

Maaaas como não pensam na vida útil dos aparelhos isso geraria mais lixo eletrônico… nada pra nada --’ zzZ

Kira (@kira)

O maior dos problemas seria usar carregador de maior amperagem em aparelhos que não foram projetados para isso.

Em questão menor afeta tbm pois a bateria fica descalibrada… mas nao afeta o circuito. Mas quem nunca? se não gerar defeitos não há assistência, como tbm atrapalharia na venda de novos. c:

Nota, q para recalibrar a bateria é só voltar a usar o carregador original… oq afeta é o uso contínuo.

Luis Cesar (@Luis_Cesar)

Essa comissão deveria se empenhar em acabar de vez com o micro USB, isso sim. O pessoal foca em smartphones mas a quantidade de cabos micro usb que surgem no mercado em outros tipos de gadgets, é absurda.

Ficariam apenas dois padrões no mercado, não vejo problema. Eu ainda uso cabo lightning do meu iPad comprado em 2014. Além disso, essa birra com o lightning é meio sem lógica. Fisicamente, não vejo problema algum nele.

O argumento de que cabo e carregador de aparelhos anteriores poderiam ser usados, pra reduzir lixo eletrônico, não se sustenta. No outro post eu havia comentado que o USB-C ainda está bagunçado, são inúmeras especificações. As empresas que fabricam aparelhos Android, nessa corridinha por números, mudam toda hora suas specs. O usuário que agora carrega seu aparelho em 45W vai se limitar aos 15W do cabo antigo? Uhum, senta lá.

 • 令和 • Ward'z de Souza 🇯🇵🎌🦊🔥 - Risonho e Límpido (@Wardz_de_souzA)

Por que a Europa não se preocupa em padronizar a poop do pino de tomadas?

bcayres (@bcayres)

Mas a Europa tem um padrão… Se os imóveis não atualizam, fazer o quê?

Victor Serrão (@Victorgpserrao)

A padronização te ajuda no máximo como quebra-galho. Migrei de um Motorola com MicroUSB para USB-C e pra usar o carregador antigo e ficar com um em casa e um na empresa precisei comprar na própria Motorola um cabo novo. Nenhum outro cabo permitia que o carregador antigo fizesse carregamento rápido.

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

São contra monopólio, mas estão impondo um . Vai entender esse povo, hipocrisia nas alturas.

Esse discurso de reduzir lixo é uma piada. São bilhões de dispositivos cm iOS alimentados por lightning, uma troca pra USB-C significaria que toda a base viria a migrar pra outro padrão e consumir mais cabos novos (geralmente cada usuário tem uns 3 cabos) gerando mais lixo, já que não poderia mais usar sua coleção de lightning ( incluindo cabos, acessórios …).

Lugi lanzii (@Lugi_lanzii)

Tem dezenas de fabricantes que fazem carregadores e cabos até melhores que da apple, não sei pq o choro.

NENHUM (@mgc)

Não,os celulares tem internamente mecanismo para carregamento da bateria,que incluir limitação corrente,temperatura e tensão,não tem problema usar carregadores com maior capacidade de corrente e tensão um pouco diferente.Um carregador de 5A,ele pode fornecer qualquer corrente entre 0A e 5A,se celular seu for de 2A,não tem problema nenhuma,agora se você tiver um carregador de 1A,provavelmente ele vai esquentar,e devera aciona mecanismo controle,provavelmente reduzindo a tensão da saída,a não ser que for muito porcaria,ai vai explodir.Só que isso é dificil,praticamente pessoal utilizam circuito integrado pronto ,que já tem todas as proteções integradas.

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Existem opções melhores de marcas diferentes, mais baratas e até mais caras, cada um escolhe a que melhor atende. Os cabos originais nem são tão frágeis assim, o que acontece é que a galera flexiona eles quando está usando.

Filipe Espósito (@filipeesposito)

E vai padronizar com o que? A porcaria do Micro-USB que a Europa defende? Ou com a bagunça que é o USB-C até hoje? Eu não conheço ninguém além de uns entusiastas de tecnologia que querem outra mudança no carregador do iPhone agora. Se eu comento com algum amigo, eles já ficam “nossa, que ruim, mas será que vai ter que trocar tudo de novo mesmo?”. E até eu que gosto de tecnologia e tenho Mac com USB-C e tudo mais não quero uma mudança no carregador do iPhone agora. Eu facilmente tenho mais de 10 cabos Lightning aqui em casa, e seria um terror ter que trocar tudo isso. Sem contar os acessórios.

Eu não sei como isso vai reduzir lixo eletrônico. Vai é fazer muita gente ter que jogar seus atuais cabos e acessórios Lightning no lixo. Ou devo pendurar esse monte de cabos obsoletos aqui na parede de enfeite?

Parece até que a Europa não tem mais com o que se preocupar. Aliás, lembrem-se que o USB-C surgiu justamente após a criação do Lightning — que embora seja proprietário, incentivou a ideia de um cabo único, compacto e que você pode ligar de qualquer lado. Dar liberdade para as empresas é uma ótima forma de incentivar o surgimento de novas ideias. Não é papel do Estado determinar qual cabo a empresa vai usar nos aparelhos dela.

E se daqui algum tempo a Apple ou outra empresa chega com um padrão sem fio de verdade que é melhor e não pode apresentar isso porque a Europa cismou que todo celular tem que usar tal cabo? E se alguém inventar algo melhor que o USB-C no futuro?

Por fim, sobre a bagunça que é o USB-C, vale a pena dar uma olhada em matérias como essa: https://www.androidauthority.com/state-of-usb-c-870996/

É tão padronizado que, no começo, as pessoas estavam literalmente fritando notebooks porque achavam que cabo USB-C é tudo igual e, bem, não são: https://arstechnica.com/gadgets/2016/02/google-engineer-finds-usb-type-c-cable-thats-so-bad-it-fried-his-chromebook-pixel/

Pelo menos, Lightning é Lightning em qualquer cabo ou produto da Apple.

NENHUM (@mgc)

Um carregador de 45W ele pode entregar até 45W,isso quer dizer que ele pode entregar 1W,5W,10W…45W.Imagina uma estrada com 5 cinco faixa,nela pode passar 5 carros ao mesmo tempo,assim como nenhum,1,2,3,4 carros.Um carregador é mais ou menos isso.O consumo será de acordo com celular,os celulares tem controles internos para carregar a bateria,isso tem até em celular baratos.

Exibir mais comentários