Início » Internet » Netflix e Facebook reduzem qualidade de streaming no Brasil

Netflix e Facebook reduzem qualidade de streaming no Brasil

Netflix, Facebook e Instagram diminuem taxa de bits (bitrate) na transmissão de vídeos; streaming continua em Full-HD ou 4K

Felipe Ventura Por

Netflix, Facebook e Instagram vão reduzir a taxa de bits (bitrate) na transmissão de vídeos no Brasil: a medida é temporária para evitar sobrecarga na internet do país durante a pandemia do coronavírus (Covid-19). Os serviços continuarão a fazer streaming em Full-HD ou 4K, dependendo do caso, porém com qualidade um pouco menor.

Foto por caribb/Flickr

No caso da Netflix, a medida entrou em vigor na noite desta segunda-feira (23), e será aplicada para todos os assinantes no Brasil em até dois dias, segundo o Estadão. Isso valerá inicialmente por 30 dias; o objetivo é reduzir em 25% o tráfego de internet utilizado pelo serviço de streaming.

A empresa fez basicamente o mesmo na Europa: os usuários ainda podem assistir a séries e filmes em Full-HD ou 4K, mas com um bitrate menor. Normalmente, a Netflix tem diversos streams diferentes para o mesmo título do catálogo e para a mesma resolução; a empresa vai cortar as transmissões com taxas de bits mais altas.

"Se você estiver particularmente atento à qualidade do vídeo, poderá notar uma ligeira diminuição na qualidade em cada resolução, mas você ainda terá a qualidade de vídeo pela qual pagou", explica a Netflix em comunicado. O valor das assinaturas seguirá inalterado.

Facebook e Instagram diminuem bitrate

O Facebook e o Instagram vão reduzir o bitrate do streaming de vídeos na América Latina, incluindo no Brasil. Novamente, essa medida está valendo na Europa.

"Para ajudar a aliviar as redes neste período de alta demanda devido à pandemia de Covid-19, vamos reduzir temporariamente a resolução em bits dos vídeos no Facebook e Instagram na América Latina", explicou a empresa em comunicado à Reuters.

Ela complementa: "queremos garantir que as pessoas possam permanecer conectadas... e continuaremos trabalhando com nossos parceiros para administrar qualquer limitação de transmissão de dados".

Globoplay e Looke reduzem qualidade do streaming

O Globoplay decidiu limitar o streaming à resolução HD, retirando as opções Full-HD e 4K. Dessa forma, o bitrate máximo é de 2,8 Mb/s (contra 5,8 Mb/s no Full-HD). A medida vale também para o G1, Globoesporte.com, GShow e Globosat Play.

O Looke, por sua vez, afirma em comunicado que "adotará medidas para reduzir a transmissão de dados em função do aumento de consumo de vídeos pela internet devido à quarentena causada pelo combate ao coronavírus".

Comentários da Comunidade

17 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Italo F
Eles foram espertos e deram um jeito pra não ter como as pessoas reclamarem que estão recebendo menos que pagaram… Kkkk
Júlio Guimarães
Eu apoio tais iniciativas num momento delicado como esse, mas não diminuir o valor da assinatura só evidencia que as empresas são egoístas e não querem perder mesmo nesses tempos. A sensação é que sempre o mais fraco é que paga o pato.
Caleb Enyawbruce
Eu assinava o plano mais caro só pela qualidade máxima do 4K. O que fiz agora foi reduzir meu plano. Aproveito e dou uma economizada leve no período
Matheus Alexandre
A minha velocidade de download caiu muito nos últimos dias, acredito que as empresas estão tendo dificuldade para aguentar a demanda cada vez mais crescente. Felizmente os serviços de streaming estão tomando medidas como essas - caso contrário, bem provável que a rede ficaria cogestionada muito em breve.
Breno
Isso é temporário. Esperto seria se usasse isto pra tornar permanente uma qualidade inferior. Mas como n é, n dá pra chama-los de aproveitadores.
@imhotep
Pessoal não viveu o tempo da tv com Bombril na antena (ok boomer).
Qualquer 720 de taxa já é bem suficiente.
4k pra quem não tem equipamentos que transmitem nessa qualidade não faz diferença.
Ninguém vai morrer por isso.
Eduardo
A Netflix também não iria morrer se reduzisse o preço da assinatura em 25%, como fez com o bitrate.
Felipe
Espero que essas medidas realmente melhorem a conexão em geral. Aqui tanto a Claro quanto a provedora local estão com picos muito grandes de consumo e instabilidades.
Sobre a Netflix, só espero que ela não diminua ainda mais a qualidade do plano 1 tela. 540p é pouco, se reduzir o bitrate vai ficar muito ruim.
@imhotep
Ninguém é obrigado a pagar nada.
Se não concorda com a redução de bitrate, cancele a conta. Simples.
Bruno
Cancelei o plano 4K, visto que não teremos redução no valor da mensalidade.
@Comentador
Cancele sua internet, caso seu provedor reduza a velocidade então.
Felipe Insfran
Em Campo Grande (MS) a qualidade da conexão da Vivo tá cada dia pior.
John Smith



imhotep:

4k pra quem não tem equipamentos que transmitem nessa qualidade não faz diferença.


Eu acho que ninguém assina o melhor plano pelo 4K sem ter equipamento ou conexão para isso. No caso da Netflix, só se justifica essa assinatura nesse caso para quem precisa de 4 acessos simultâneos.
@imhotep
Já fiz isso várias vezes e assinei com a concorrência.
Uso o q me atende no momento.
E sua comparação é esdrúxula, já q Internet é serviço essencial, ao contrário de Netflix ou GloboPlay…
E ninguém está reduzindo por sacanagem, mas sim por uma condição extraordinária.
Adriano Angelo
GLOBOPLAY
3.4. Qualidade dos Conteúdos. A qualidade da imagem dos Conteúdos pode variar de acordo com o aparelho e pode ser afetada por diversos fatores, incluindo sua localização, a largura de banda disponível e a velocidade da sua conexão com a Internet. A disponibilidade em alta definição (HD), ultra alta definição (4K) e High Dynamic Range (HDR) e/ou outras tecnologias que venham a ser implementadas nos Serviços, está sujeita: (i) aos Seus serviços de Internet; (ii) aos recursos do aparelho utilizado; e (iii) à disponibilização por Nós. Além disso, nem todos os Conteúdos estão disponíveis em todos os formatos.
Contratualmente eles podem colocar qualquer qualidade.
Participe da discussão