Início » Celular » Google lança primeiro beta do Android 11

Google lança primeiro beta do Android 11

Android 11 Beta chega com melhorias nas notificações, privacidade e atalhos para controle de dispositivos inteligentes

Bruno Gall De Blasi Por

O Google liberou o primeiro beta do Android 11. A versão de testes do sucessor do Android 10 chega com melhorias nas notificações de mensagens, atalhos para controlar dispositivos inteligentes e incrementos no controle de privacidade do celular. A prévia do novo sistema operacional para smartphones estará disponível para proprietários da linha Google Pixel a partir desta quarta-feira (10).

Notificações do Android 11 (Foto: Reprodução/Google)

As melhorias nas notificações estão entre as principais novidades do Android 11. Além de agrupar alertas de mensageiros em um espaço dedicado, a nova versão do sistema operacional contará com um recurso conhecido como “Bubbles”, função similar ao “ícones de bate-papo” do Facebook Messenger, que permite responder e visualizar conversas sem precisar abrir o aplicativo.

Já o Gboard receberá melhorias. Segundo a companhia, o teclado virtual do Google irá oferecer sugestões mais “relevantes e automáticas para emoji e texto” graças a recursos de aprendizado federado. E o melhor: “funciona sem que o Google veja nada do que você digita”, explica a companhia.

O Android 11 Beta contará com novos controles de mídia e novas funções ao pressionar o botão para desligar o smartphone. Entre elas estão o controle de dispositivos inteligentes, como lâmpadas, termostato, entre outros, e o acesso à carteiras digitais para realizar pagamentos por aproximação via NFC ou apresentar o cartão de embarque em um aeroporto.

Novos recursos do Android 11 (Foto: Divulgação/Google)

Em relação à privacidade, o novo software do Google incrementou o controle do uso de câmeras, microfone e afins por aplicativos. Assim como no iOS, agora o usuário poderá autorizar o acesso somente uma única vez. Dessa forma, o app não terá mais permissões permanentes, como acontece nas versões atuais do sistema.

O Android 11 também irá suspender as permissões caso o uso do aplicativo não seja frequente. Segundo o Google, “se você não usar um aplicativo por um longo período de tempo, todas as permissões associadas a esse aplicativo serão redefinidas e notificaremos você sobre o mesmo”.

Outros novos recursos estarão presentes no Android 11, como gravador de tela nativo, melhorias nas atualizações e alterações na instalação de aplicativos via APK.

A versão de testes do sistema operacional estará disponível em celulares Google Pixel 2 e gerações mais recentes a partir desta quarta-feira (10). Outros smartphones receberão o Android 11 Beta nas próximas semanas.

Android 11 Beta teve lançamento adiado

O Android 11 Beta chega após ter o lançamento adiado em maio e no começo de mês. Antes previsto para 3 de junho, o Google desmarcou a disponibilização da primeira versão de testes do sistema operacional possivelmente devido aos protestos contra o racismo, nos Estados Unidos, provocados pela morte de George Floyd. “Este não é o momento de celebrar”, explicou a empresa na época.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
7 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Ainda falta um gravador de chamadas nativo, de resto não tenho sentido falta de mais nada no android.

Tiago Jeronimo (@TiagoJL)

Verdade, gostei do gravador de tela no 10, e um gravador de chamadas nativo iria bem também, contudo temos que pensar o seguinte: a maioria das pessoas não usa isso, então pode ser desnecessário adicionar mais funcionalidades de nicho que podem facilmente ser atendidas por apps específicos e acabar inchando demais o SO.

Matt (@hadtohear)

E o Fuschia? Não seria melhor o Google encerrar o Android e focar no novo OS?

rbnamerico (@rbnamerico)

Eu lembro de ter visto em algum lugar que gravação de ligações é restrita por legislação em vários países, o outro lado da conversa ter que ser avisado que a ligação está sendo gravada antes da gravação começar (daí o telemarketing nos avisar logo no começo da ligação, antes mesmo de tentar vender algo)

Em contrapartida, o aviso de radar em ruas e avenidas também é proibido em muitos lugares, inclusive aqui, e o Maps passou a avisar nativamente. Hoje eu acho que tem tão pouca ligação que tenho dúvida se o recurso ainda seria relevante o suficiente pra Google inclui-lo

Ian Carlos (@IanCarlos)

[…] funcionalidades de nicho que podem facilmente ser atendidas por apps específicos […]

cara, mas a google tirou o suporte a esses apps … exemplo, áudio interno foi bloqueado por ela. aí depois ela veio com a história de colocar no app de chamadas dela, justamente monopolizando a função.

Breno (@bbcbreno)

Além da Xiaomi (e outras chinesas), desconheço alguma fabricante q coloca gravador de chamada em seu telefone.

Até onde sei, muitos países não permitem fazer gravação de chamada sem o consentimento/informação à outra pessoa da linha. No Brasil, é por isso q quando vc liga pra uma central tem aquela informação “esta ligação poderá estar sendo gravada”.

Breno (@bbcbreno)

Google tá mexendo nas notificações, espero q melhore a parte de agrupar mensagens do mesmo app. Isso existe há anos e ainda n funciona direito pq depende de como o app envia a notificação. E boa parte dos apps não agrupa as notificações. =/

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Entra os 2 lados ai, abrir pra qualquer um fazer pode ser um risco de segurança, ficando restrito é mais facil de evitar o abuso da ferramenta.

Gravador de chamada teria me poupado problemas com as mentiras que o meu provedor de internet regional me contou.