Início » Finanças » Cartões com NFC farão pagamento de até R$ 100 sem senha

Cartões com NFC farão pagamento de até R$ 100 sem senha

Limite para pagamentos por aproximação com cartões contactless (NFC) sem senha sobe de R$ 50 para R$ 100 no Brasil

Bruno Gall De Blasi Por

O limite para pagamentos com cartões com NFC sem solicitar a senha subiu de R$ 50 para R$ 100. A decisão foi anunciada pela Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) nesta segunda-feira (6) após o aumento do uso da modalidade no primeiro trimestre de 2020.

Cartões com NFC

A decisão da associação duplica o teto para pagamentos à distância com cartões contactless sem requisitar a senha do proprietário. Dessa forma, usuários da tecnologia NFC poderão fazer compras de até R$ 100 sem depender de autenticação com a transação por aproximação.

O crescimento no uso da tecnologia durante a pandemia de COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus, está entre os motivos para a alteração do limite. Segundo a Abecs, uso da modalidade teve um aumento de 456% no primeiro trimestre de 2020. Ao todo, R$ 3,9 bilhões foram movimentados dessa forma.

O uso de tecnologias para pagamentos à distância em vez de dinheiro é uma das sugestões da Organização Mundial de Saúde para conter o contágio do vírus, pois evita o contato entre as superfícies durante a transação. Com o aumento do valor para compras sem senha, os consumidores terão menos um motivo para encostar nas maquininhas.

O NFC (Near Field Communication) é uma tecnologia que permite tanto a abertura de portas com chaveiro digital quanto pagamentos por aproximação. O recurso para compras está disponível no Brasil por meio de celulares via Apple Pay, Google Pay e Samsung Pay. A função também pode ser utilizada com cartões contactless de bancos brasileiros.

Com informações: Valor Econômico e Isto É Dinheiro

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
13 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Matt (@hadtohear)

Um perigo se pensar que dá para passar a maquininha perto do bolso e creditar via contactless

² (@centauro)

Carteiras com RFIC blocker pra que te quero.

🤷‍♀️ (@xavier)

E aqui no fim do mundo que eu moro, quase sempre o pessoal torce o nariz quando digo que vou pagar por aproximação.

Lucas Cecílio 🏳️‍🌈 (@lukke.ya)

Pra mim é bem vindo, mas eu gostaria de ter o poder de escolher o limite do pagamento. Muitas vezes quando pago com Samsung Pay, o valor é de R$60.00, por exemplo, e lá vou eu digitar a senha do cartão. O que seria prático se torna mais complicado.

Guilherme da Silva Manso (@GuilhermeManso)

Só uso cartão físico quando uso meu vale alimentação. Bem que as empresas dessa área poderiam se modernizar também né.

LekyChan (@LekyChan)

estranho, pois oque mais vejo é essas empresas investirem em QR Code

@Fabiofs

kkkkk

aqui nunca tive problema com isso. Meu problema na verdade é que a maioria das máquinas estão com NFC quebrado

Pedro Bonifacio (@_ph)

se for Samsung Pay, dá pra usar na tarja magnética da máquina de pagamento

A (@ksssskkkks)

isso não acontecer com carteiras digitais é uma das razões porque elas são melhores que cartões contactless

A (@ksssskkkks)

é pq qr code é uma “inovação” meia boca barata. é melhor para empresas empurrarem qr code dizendo é inovativo e prático em relação a cartões tradicionais (o que não é de todo mentira), mas a verdade mesmo é que qr code nem chega perto de alternativas como cartões contactless ou carteiras digitais.

LekyChan (@LekyChan)

qr code é mais fácil de propagar pois o celular só precisa ter uma câmera para ler o mesmo, já NFC ou o MST da Samsung requer que o aparelho tenha essas tecnologias de fabrica,forçando o usuário a trocar de aparelho caso o atual não tenha.

A (@ksssskkkks)

eu sei que em comparação a qr code, pagamento contactless é menos acessível, mas isso não invalida meu argumento. companhias empurram qr code porque é mais barato, não porque é necessariamente melhor/mais acessível.

se implementar nfc fosse mais barato que qr code, tenho a certeza que companhias tariam indo atrás de tornar nfc mais acessível. do contrário, mesmo se nfc fosse mais acessível que qr code mas qr code fosse mais barato, elas tariam empurrando qr code.

LekyChan (@LekyChan)

Mas isso é óbvio, as empresas querem gastar a menor quantia possível.
O preço do QR Code é mais baixo, justamente porque ele é apenas software, já que o hardware que ele usa esta presente em todos os celulares, e consequente sua implementação depende apenas da empresa interessada (MercadoPago, Cielo, Picpay, etc…), já para implementar o NFC e MST a interessada depende do investimento de outras empresas no setor, pois essas soluções dependem de hardware especifico, ou seja, da muito mais trabalho implementar isso.

Leonardo Brandão Gonçalves (@leonardobg7)

Mas vai valer a partir de quando? É automático em qualquer cartão?

Renato Garcia (@Renato)

A questão aqui é pagamento com os cartões contactless (aqueles que têm NFC embutido), e não pagamento pelo celular. Tem cartões hoje que já possuem essa tecnologia e você apenas encosta na maquininha para realizar o pagamento, não precisa inserir o chip.