Metrô da Bahia passa a aceitar pagamento via NFC pelo cartão e celular

CCR Metrô Bahia disponibiliza terminais para fazer pagamentos por aproximação nas catracas de vinte estações; modalidade também está disponível no RJ e em SP

Bruno Gall De Blasi
Por
Imagem - celular NFC - o que é nfc
Metrô da Bahia começa a aceitar pagamento via NFC (Imagem: Jonas Leupe/ Unsplash)

Usuários do metrô de Salvador e Lauro de Freitas já podem pagar suas passagens por aproximação. Nesta terça-feira (14), a CCR Metrô Bahia disponibilizou equipamentos compatíveis com NFC para realizar transações via cartões de crédito ou débito. A novidade veio a público junto ao lançamento do serviço em modais de São Paulo.

O anúncio oferece mais flexibilidade ao transporte, pois os passageiros não precisam mais recorrer aos guichês e ao vale-transporte para acessar o sistema. Com o lançamento, todas estações já contam com o sistema pronto para fazer o pagamento diretamente pelo cartão.

Também é possível utilizar celulares e smartwatches com NFC. Assim, o usuário terá a possibilidade de fazer a transação pelo Apple PayCarteira do Google (Google Pay) ou Samsung Pay.

E a utilização é simples: basta levar o celular ao terminal, esperar a luz verde para a liberação e atravessar a catraca. Em seguida, a cobrança de R$ 4,10 será debitada diretamente na conta corrente, se for um cartão de débito, ou na fatura, se for cartão de crédito.

A concessionária só não especificou se este sistema será compatível com as integrações disponíveis na região. Todavia, ao considerar a realidade do Rio de Janeiro (RJ) e de São Paulo (SP), o benefício não deve estar disponível ao pagar o bilhete por aproximação.

Também não há informações em relação às bandeiras aceitas. A expectativa é de que os usuários consigam fazer pagamentos com cartões Elo, Mastercard e Visa, como nas duas cidades do Sudeste.

Catraca com NFC no Metrô de São Paulo
Catraca com NFC no Metrô de São Paulo (Imagem: Divulgação/Autopass)

Metrô da Bahia se une ao Rio e São Paulo

A liberação do pagamento via NFC no metrô da Bahia aconteceu junto à estreia do mesmo recurso nos trens e metrô de São Paulo. Ontem (14), a Autopass anunciou um projeto piloto para levar a novidade a doze estações do Metrô, CPTM e ViaMobilidade. Dessa forma, é possível comprar a passagem por cartões de débito e crédito levá-los até o terminal das catracas.

Estas implementações na Bahia e em São Paulo acontecem anos depois desde que o recurso foi implementado no Rio de Janeiro. Afinal, em 2018, os trens da Supervia começaram a aceitar transações por aproximação. Depois, em 2019, o sistema foi levado ao metrô fluminense e já é aceito em todas as estações do estado.

Mais tarde, em 2020, foi a vez das barcas. Também é possível utilizar a tecnologia para pagar o pedágio da Linha Amarela, via expressa que liga a Barra da Tijuca à Ilha do Fundão.

Tudo isso garante uma paz de espírito enorme no dia a dia. Especialmente porque, pelo menos aqui no Rio de Janeiro, não são todas as estações de metrô que contam com máquinas para recarregar o Bilhete Único. Portanto, desde que descobri esta facilidade, raramente utilizo o meu passe e concentro o uso no cartão de débito ou crédito.

A única exceção é em relação aos ônibus municipais e intermunicipais, que ainda não possuem a ferramenta disponível. Mas no começo do ano passado, a Prefeitura do Rio de Janeiro disse que a nova licitação da Bilhetagem Digital previa ” o pagamento via celular e cartões bancários NFC em todos os sistemas de transporte público da cidade”.

Com informações: Correio e G1

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Bruno Gall De Blasi

Bruno Gall De Blasi

Ex-autor

Bruno Gall De Blasi é jornalista e cobre tecnologia desde 2016. Sua paixão pelo assunto começou ainda na infância, quando descobriu "acidentalmente" que "FORMAT C:" apagava tudo. Antes de seguir carreira em comunicação, fez Ensino Médio Técnico em Mecatrônica com o sonho de virar engenheiro. Escreveu para o TechTudo e iHelpBR. No Tecnoblog, atuou como autor entre 2020 e 2023.

Canal Exclusivo

Relacionados