Início » Aplicativos e Software » Google prepara avisos no Android para usar navegador Chrome

Google prepara avisos no Android para usar navegador Chrome

O lembrete do Chrome nos Androids vai aparecer se o usuário tem dois navegadores instalados e se usa pouco o browser do Google

André Fogaça Por

O Google está preparando um novo recurso que pode ser pouco interessante e que lembra a guerra dos browsers: uma notificação para lembrar o usuário do Android que usar o Chrome é melhor. Ele dá motivos para não usar outro, como gastar menos dados do plano contratado, mas ainda assim continua sendo chato.

chrome android app tecnoblog

A cada tempo no mundo existe uma guerra de navegadores acontecendo. Já foi foi com o Netscape quando brigou com o novato Internet Explorer, com a vitória no IE. Depois veio o Firefox, que nasceu como sucessor do Netscape e tentou brigar contra a Microsoft. Por fim o Chrome chegou e derrubou todo mundo, mas o Edge com base no Chrome vem mudando o jogo. Nos smartphones a guerra é mais sutil, mas a Samsung está aparecendo com seu próprio browser, que é bom em muitas coisas.

Para evitar a queda neste mercado, o Google parece estar trabalhando de forma semelhante ao que faz a Microsoft no Windows 10 com o Edge. A ideia é de lembrar o usuário que talvez o Chrome seja melhor do que o outro browser que ele usa no momento.

Estes lembretes aparecem em forma de notificação e que leva ao usuário informações, como que no browser do gigante das buscas existe um modo interno de economia de dados que diminui até 60% o consumo do plano. Esse esforço apareceu dentro do Chromium Gerrit, que é um fórum onde recursos são discutidos antes de aparecerem em alguma versão de testes do Chrome.

As anotações afirmam que a notificação de lembrete aparecerá quando o Chrome percebe que existe mais de um navegador instalado, e quando ele faz um cálculo que mostra quanto tempo o browser não é utilizado. Este tipo de averiguação acontece sempre que uma aba customizada do Chrome é aberta em outro app, como quando o usuário abre um link no Gmail ou o Twitter.

Ainda é cedo para afirmar se este recurso será levado para uma versão do Chrome para Android, mas existe a possibilidade do Google desistir de fazer este trabalho de marketing tão agressivo. Eu espero que a segunda opção prevaleça.

Com informações: 9to5Google.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
16 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

DovahShy (@JustMonika)

Ah, pronto. Agora vem essa chatiação nos celulares também. Engraçado que bem enquanto a Google está sendo investigada por práticas anti competitivas.

Outra coisa, no meu celular (Android 10, Android One) o Chrome vive se ativando de volta depois de eu desativá-lo. Parece que esse negócio está atrelado ao app da Pesquisa Google, se eu desativar este, o Chrome não volta.

Carlos Pacheco (@carlospachecool)

E aqui vai uma dica. Para desinstalar um app sem precisar de root, é só fazer via adb no PC com o smartphone em modo debug. Se começar essa patifaria aqui, mais um app pra lata do lixo. (Y)

Bruno Who? (@brunossn)

Sou usuário do iPhone desde o 1, há uma década. Nunca havia utilizado Android por mais de alguns minutos.

Há um mês passei a usar como celular secundário um Moto G1, velho de guerra. Claro, é um celular antigo, mas consegui ver alguns prós e contras da plataforma. Mas, o que mais de deixou abismado, é como o Android é um cavalo de troia pra todos os serviços do Google. Esse Moto G1 tem apenas 8GB de espaço, e não consegui nem instalar o Whatapp, pois o armazenamento é todo tomado por Google busca, Chrome, Youtube, Google Notícias, Gmail, Play Music, Play Banca, Play Filmes e até do falecido Google+ !

O pior é que sempre que pego o celular tem trocentas notificações de notícias do Brasil 247, Blog do Fulano ou outro site que não me interessa, notificação de vídeo novo no Youtube, de Gmail… eu me sinto usando o IE naqueles PCs que já vem cheio de bloatware e barras no navegador.

“Ah, mas você pode desinstalar o que não usa…”, errado! Apesar de não usar a maioria dos apps do Google e precisar do espaço em disco, é impossível desinstalá-los de forma simples. Vi alguns tutoriais avançados que envolvem instalar drivers de Android no PC e desencanei.

Apps de terceiros, todos têm uma forma fácil de desinstalar pela home. Apps do Google não, e o usuário que lide com isso.

Meu veredito: o Android é muito bom, é aberto e tem alguns recursos que o iPhone não tem. Mas o Google conseguiu estragar a experiência com sua quantidade infinita de bloatware. Eu torço pro dia que a Play Store ganhe um concorrente e as fabricantes não precisem mais fazer essa compra casada pra embutir a loja em seus aparelhos.

Mateus B. Cassiano (@mbc07)

Não querendo ser aquele cara mas o Moto G que você citou parou no Android 5.1, estamos caminhando para o Android 11 e houveram tantas mudanças ao longo dos anos que nem sei se a experiência de uso que você teve é comparável com as versões atuais do Android.

Sim, ainda tem bloatware do Google em todo aparelho Android, porém bem menos que nos tempos do Lollipop, desativar esses bloatwares e outros apps de sistema se tornou muito mais simples, podendo ser feito até mesmo pela tela inicial, e os controles de permissões e notificações passaram por diversas reformas desde o Android 5.1, inclusive é possível desativar um grupo de notificações ou até mesmo todas as notificações de um app em questão diretamente pela bandeja de notificações, sem ter que interromper o que você está fazendo.

Espaço também não é mais um problema tão sério visto que grande parte dos smartphones básicos já saem de fábrica com pelo menos 32 GB, e ainda é possível ativar recursos como o armazenamento adaptável se o aparelho possuir entrada para cartões de memória, permitindo utilizar qualquer cartão rápido o suficiente como extensão do armazenamento interno…

Carlos (@crls)

Eu pensei que era só comigo essa palhaçada.

Sempre desativei o Chrome no celular, mas desde o fim do ano passado ele começou a se comportar como um vírus em meus dois celulares, A20 com Android 10 e J5 Pro com Android 9. Eu desinstalava as atualizações e desativava o app, e horas depois ele se ativava e se atualizava sozinho, mesmo com as atualizações automáticas da Play Store desativadas. Isso continua acontecendo até hoje, todo dia eu desabilito essa praga e ele sempre volta. Já deixei review negativo na Play Store, já postei thread no Twitter marcando o Google e não deu em nada…

[Edit] Encontrei uma captura de tela com a notificação que aparece quando o Chrome está se ativando e atualizando sozinho, numa das primeiras vezes que isso aconteceu, ainda em dezembro do ano passado:
20200806_010317720×611 44.5 KB
A informação desta notificação não faz sentido, eu não tenho nenhum idioma configurado no meu dispositivo além do português, e todas as atualizações automáticas estão desativadas.

Mateus B. Cassiano (@mbc07)

@Saturno, @crls os prints de tela e o comportamento que descreveram parecem corresponder ao sistema de APKs segmentados que a Google implementou na Play Store algum tempo atrás e que se tornará uma exigência no próximo ano.

Resumidamente, novos apps submetidos na Play Store e atualizações para apps existentes deverão ser enviados como App Bundles, onde um único app é segmentado em diversos APKs no momento da compilação (um APK base, um APK apenas com os recursos de idioma, outro apenas com as bibliotecas de suporte necessárias para o seu aparelho, e por aí vai).

APKs que façam parte de um bundle não funcionam e nem podem ser instalados separadamente, sendo necessário o uso do ADB ou de um gerenciador de pacotes compatível, como o SAI. O que eu notei é que desativar as atualizações automáticas na Play Store para um app que seja distribuído por bundles aparentemente só impede que o APK “base” do app seja atualizado. Os APKs de suporte (com os recursos de idioma, por exemplo) continuarão sendo baixados e instalados automaticamente.

Não cheguei a investigar muito a fundo, mas apps de sistema desativados continuaram desativados aqui, mesmo com os eventuais downloads de “Idioma do app X” e “Recursos do app X” ocorrendo automaticamente e sem uma opção aparente para impedir esses downloads da Play Store…