Início » Aplicativos e Software » Google Maps chega ao Apple Watch e fica mais integrado ao CarPlay

Google Maps chega ao Apple Watch e fica mais integrado ao CarPlay

O Google Maps já apareceu no Apple Watch, sumiu em 2017 e começa a voltar, mas apresentando poucos dados na tela pequena do relógio

André Fogaça Por

O Google Maps está chegando para usuários que estão esperando seus mapas no Apple Watch. A solução do gigante das buscas não mostra a mesma quantidade de informações que já está presente no Apple Maps para o mesmo vestível, servindo mais como tela secundária para o app que roda no iPhone que está no holso.

apple watch series 5 tecnoblog

A ideia é simples e é o que se espera de uma tela tão pequena e com pouca interação: informações básicas e somente elas. Diferente do Apple Maps, que exibe o mapa na tela minúscula do Apple Watch, o Google Maps mostra apenas informações para locais favoritos como trabalho e casa, junto de instruções de onde virar durante a caminhada.

Este tipo de dado já pode ser acessado na área de informações da rota traçada no aplicativo que abre no iPhone mesmo, mas agora é mais detalhado no Apple Watch que recebia apenas informações simples sobre onde virar.

Google Maps está mais integrado ao CarPlay

Junto do watchOS, o app também ganhou mais presença dentro do CarPlay que aparece em carros e sistemas de som compatíveis com o serviço. Já não é de hoje que é possível abrir e navegar com os mapas do gigante das buscas no carro com CarPlay, tanto que o próprio Apple Maps só chegou completo no Brasil tempos depois do Waze e Google Maps.

google maps dashboard carplay animado

O que muda é o dashboard, que é a área mais para a esquerda que fica no CarPlay e que exibe o mapa em uma tela reduzida, dividindo espaço com controles de mídia. Até agora apenas o Apple Maps poderia aparecer ali, mas com a mudança o Google Maps também pode dar as caras.

Como quase toda novidade do Google, não basta uma atualização de aplicativo para que o app apareça no Apple Watch e no dashboard do CarPlay. Na nota de lançamento, a promessa é para as “próximas semanas”. Como agosto dura um ano inteiro, isso pode demorar.

Com informações: Google.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação