Início » Telecomunicações » Bolsonaro diz: “quem vai decidir o 5G sou eu, não é terceiro”

Bolsonaro diz: “quem vai decidir o 5G sou eu, não é terceiro”

Operadoras temem banimento de Huawei e outras fabricantes chinesas como fornecedoras para 5G no Brasil

Lucas Braga Por

Em live na última quinta-feira (3), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que cabe exclusivamente a ele tomar uma definição sobre o 5G no Brasil e que não vai ter “ninguém dando palpite”. Ele se refere às políticas de segurança dos fornecedores de rede, com a possibilidade de barrar equipamentos da Huawei e de outras fabricantes chinesas.

Samsung Galaxy Z Flip 5G

Na live, Bolsonaro diz: “Olha só, temos o negócio do 5G pela frente. Deixar bem claro, quem vai decidir o 5G sou eu, não é terceiro, ninguém dando palpite por aí, não. Eu vou decidir o 5G”. O presidente afirma que conversa com o Gabinete de Segurança Institucional, com a Abin e com a Polícia Federal, mas que a decisão será feita por ele.

O discurso pode ser uma resposta ao vice-presidente Hamilton Mourão. Ele afirmou à agência de notícias chinesa Xinhua que o leilão brasileiro de 5G seguirá padrões técnicos e não deve estabelecer restrições quanto ao país de origem dos fornecedores.

No Brasil, o 5G já está disponível pela Claro através do reaproveitamento de frequências do 4G, mas a cobertura é restrita a alguns bairros de São Paulo e Rio de Janeiro. A Vivo prometeu ativação do 5G DSS em pontos de oito capitais, mas não demonstrou testes públicos da nova tecnologia. A TIM lançará a rede de quinta geração no mês de setembro em três municípios com aplicações de banda larga residencial.

Anatel é a responsável por definir critérios do leilão

Como lembra o G1, a Lei Geral das Telecomunicações estabelece a Anatel como órgão regulador de telecomunicações. O texto diz que a agência atua como autoridade administrativa de forma independente, com ausência de subordinação hierárquica, mandato fixo e estabilidade de seus dirigentes e autonomia financeira.

No entanto, o presidente da Anatel, Leonardo Euler de Morais, delegou a decisão sobre o uso de tecnologia chinesa para o Gabinete de Segurança Institucional. O motivo é que as preocupações de violações cibernéticas extrapolam o tema de atuação da agência.

O texto mais recente do edital para o leilão de 5G não traz nenhuma limitação quanto à escolha de fornecedores de equipamentos de rede. O arremate deve ser realizado no primeiro trimestre de 2021.

5G pode encarecer se Huawei for banida

É preciso entender que Claro, Oi, TIM e Vivo já utilizam soluções da Huawei nas próprias redes e que banir apenas a quinta geração não resolveria possíveis problemas cibernéticos causados por fornecedores chineses. Para que alguma “proteção” faça sentido, seria necessário trocar todos os equipamentos usados por redes móveis e fixas.

Modem Huawei utilizado pela Oi Fibra. Foto: Lucas Braga/Tecnoblog

Roteador da Oi Fibra fabricado pela Huawei

Estimativas da Anatel apontam que a Huawei é fornecedora de 70 mil das 86 mil torres de celular 2G, 3G e 4G presentes no Brasil. As operadoras temem que o banimento da fornecedora poderia encarecer os serviços de telefonia, que teriam que adotar soluções da Ericsson e Nokia.

Além disso, a ativação do 5G pode aproveitar equipamentos pré-existentes, que suportam novos padrões por meio de atualizações de software. Isso permite implementar a tecnologia com maior agilidade e menor custo, uma vez que não é necessário substituir a infraestrutura atual.

Para evitar alta nos gastos, representantes das grandes operadoras iniciaram uma espécie de lobby com funcionários do governo para defender a permanência da Huawei no Brasil. Quando ainda chefiava a pasta de comunicações, o ministro Marcos Pontes afirmou que o Brasil não aceitaria pressão dos Estados Unidos e que as escolhas seriam feitas com base em critérios técnicos.

Com informações: Teletime.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
15 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Ramon Floriano (@ramonfloriano)

Eu fico pra morrer como esse presidente trata assuntos sérios de forma tosca (como se estivesse numa mesa de bar) e sem respaldo técnico algum…

Giovani (@Giovani)

Tecnicamente ele não mentiu. É ele que decide mesmo, e se não gostar é mandando embora com desonra, os robôs da família se encarregam disso. De qualquer forma acho que é normal isso aí, governos anteriores devem ter feito da mesma forma, mas era decido a portas fechadas, ao contrário de agora, que o presidente fala pra depois pensar.

Gurga Zayed (@Speedusta)

Como sabemos que o nosso exímio presidente da República toma todas as suas ações executivas e representativas com base no empirismo científico, na análise histórico-social dos regimes políticos modernos e, o mais importante, na salvaguarda dos interesses legitimamente nacionais na política externa, não temos com o que se preocupar.

Igor Lana de Melo (@igor_meloil)

Quase achei que estava falando sério, excelente uso do sarcasmo.

Igor Lana de Melo (@igor_meloil)

Lendo a transcrição do texto desse cara não consigo entender como alguém conseguia reclamar da retórica dos presidentes anteriores, é vergonhoso; e ao invés de evoluir os discursos parece q só regride.

O cara quer atrasar o progresso de uma área importante pq o sugar daddy dele ta de briguinha com a china, sendo q é de lá que os bots dele vêm, isso não afeta a segurança né.

Lembrando que esse presidente (que está se achando rei) é o mesmo que dizia que não ia usar o celular da ABIN pq o zap era seguro e não queria ser controlado ein.

Marcos Tony (@Marcos_Tony)

Presidente Boçaltomounorabo…

Eric Viana (@Eric_Viana)

Não é um querido esse nosso reizinho prepotente?

Leandro (@lth_leandro)

“Para todo problema complexo existe sempre uma solução simples, elegante e completamente errada.”

Rafael Machado de Souza (@rafael.mds)

Esse estúpido é apenas o reflexo de seu eleitorado.
Saiu o Luladrão pra entrar esse corrupto bajulador de militar.
Esse ignorante já sucateou a ciência e educação brasileira e ainda têm a capacidade de impulsionar o movimento anti-vacinação.

Igor Lana de Melo (@igor_meloil)

E a galera acreditava que a saída do pt ia (magicamente) resolver tudo

João Luiz G (@Joao_Luiz_Gomes_Silv)

E já tivemos políticos tratando de assuntos sérios de forma não tosca? Me lembro da noticia recente de uma cidade que proibiu latido do cão, e a resposta dos políticos não poderia ser melhor… assinaram a lei porque não tinham lido a proposta

Geraldo Lopes (@geralldoloppes)

Cada país tem o governo que merece. Tomara que siga a cabeça do homem laranja e as operadoras gastem um absurdo para atualizarem suas redes e repassem com força para seus consumidores.

Leo (@leonardoroese)

Esse cara ta aí para ensinar uma coisa: não conte com o governo, conte com seus amigos, sua familia, associações não governamentais, seu clã, menos com o governo, que no pais que vivemos, só serve para sugar e atrapalhar. Se podemos tirar algo bom dessa tosqueira toda é isso.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Acho que a nossa situação do 5G vai depender muita das eleições nos EUA, em breve veremos os próximos capítulos dessa novela tosca que é o Brasil.

Igor Lana de Melo (@igor_meloil)

Pois é, infelizmente estamos bastante reféns dessa eleição deles, e pelo andar da carruagem teremos problemas

Exibir mais comentários