Início » Celular » iPhone 12 Pro é homologado na Anatel; iPhone 12 Mini tem bateria de 2.227 mAh

iPhone 12 Pro é homologado na Anatel; iPhone 12 Mini tem bateria de 2.227 mAh

Apple homologa iPhone 12 Pro antes do lançamento no Brasil; baterias do iPhone 12 Mini, 12 e 12 Pro Max passam na Anatel

Paulo Higa Por

O iPhone 12 Pro só entrou em pré-venda nesta sexta-feira (16) nos Estados Unidos e ainda não tem previsão para ser comercializado no Brasil, mas já passou pela homologação da Anatel. O Tecnoblog apurou que o modelo A2407, referente ao iPhone de 6,1 polegadas com câmera tripla, foi certificado pela agência e está autorizado a ser vendido no país. Baterias de três iPhones novos também estão homologadas.

iPhone 12 Pro (Imagem: Divulgação/Apple)

iPhone 12 Pro (Imagem: Divulgação/Apple)

O código de modelo A2407, que foi homologado na Anatel, se refere ao iPhone 12 Pro que será vendido na maioria dos países do mundo. Ele suporta 4G nas frequências utilizadas pelas operadoras brasileiras, como 700, 1.800 e 2.600 MHz, além de 5G sub-6, inclusive com suporte ao DSS (compartilhamento dinâmico de espectro), adotado por empresas como a Claro.

Não há compatibilidade com o 5G de ondas milimétricas (mmWave), que promete velocidades de download de gigabits por segundo com operação na casa dos 26 e 28 GHz. Essa tecnologia ficará restrita ao iPhone 12 Pro comercializado nos Estados Unidos (A2341), que possui um recorte extra na lateral para comportar a nova antena.

Certificado de homologação do iPhone 12 Pro lista Foxconn de Jundiaí (Imagem: Reprodução/Anatel)

Certificado de homologação do iPhone 12 Pro lista Foxconn de Jundiaí (Imagem: Reprodução/Anatel)

No certificado do iPhone 12 Pro, a fábrica da Foxconn em Jundiaí (SP) é listada como uma das unidades que podem produzir o novo celular. O documento também mostra endereços de linhas de produção na China, onde a Apple costuma produzir os primeiros lotes, além de unidades na Índia. Não é possível determinar se os novos iPhones serão montados no Brasil desde o início; o iPhone 11 já é produzido nacionalmente.

Bateria do iPhone 12 Mini tem 2.227 mAh; iPhone 12 traz 2.815 mAh

Certificado mostra capacidade da bateria do iPhone 12 Mini (Imagem: Reprodução/Anatel)

Certificado mostra capacidade da bateria do iPhone 12 Mini (Imagem: Reprodução/Anatel)

Além do iPhone 12 Pro, a Anatel homologou as baterias do iPhone 12 Mini (A2471), iPhone 12 (A2479) e iPhone 12 Pro Max (A2466).

O documento de certificação obtido pelo Tecnoblog confirma que o iPhone 12 Mini terá um componente de 2.227 mAh, enquanto o iPhone 12 será equipado com uma bateria de capacidade nominal de 2.815 mAh, menos que os 3.110 mAh do iPhone 11. A capacidade da bateria do iPhone 12 Pro Max não foi informada no documento de homologação.

Certificado mostra capacidade da bateria do iPhone 12 (Imagem: Reprodução/Anatel)

Certificado mostra capacidade da bateria do iPhone 12 (Imagem: Reprodução/Anatel)

A Apple promete que o novo iPhone compacto de 5,4 polegadas suporta até 15 horas de reprodução de vídeo, duas horas a menos que o atingido pelo iPhone 12.

Colaborou: Everton Favretto.

Atualizado às 17h27 com imagem da certificação da bateria do iPhone 12.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
11 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Jedielson (@Jedielson)

Quantos mAh do 12 pro?

² (@centauro)

A pergunta pra mim é sobre a longevidade delas também.
Talvez nos primeiros meses elas durem lá suas 15 horas de reprodução de vídeo, mas e daqui a um ano? Dois?

Celso Hashimoto (@celsoyh)

Boa pergunta heim. Eu tô com o 11 aqui e eu pensei que não ia durar muito, mas ela dura até 1 dia e meio de uso beeem moderado. Talvez pelo tamanho, avanço do chip e etc. ele tenha uma autonomia parecida.

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Está no fim da matéria. 2.815 mAh.

Filipe Espósito (@filipeesposito)

A Apple promete a mesma autonomia de bateria do 11, provavelmente por conta do chip A14 que consome menos energia. Mas realmente, uma bateria de capacidade menor provavelmente vai se desgastar em menos tempo. Curioso para ver a bateria do 12 Pro Max. Está fazendo 1 ano agora desde que comprei o 11 Pro Max e a saúde da bateria ainda está em 97%, com a carga ainda segurando um dia inteiro ou até mais.

Michael Alves da Silva (@Michael_Alves_da_Sil)

Essa bateria não vai durar nada ainda pra ferrar todos sem carregador

Jedielson (@Jedielson)

Foi atualizada a matéria.

“Atualizado às 17h27 com imagem da certificação da bateria do iPhone 12”.

@Banana_Phone

No iPhone 11 a Apple finalmente tinha colocado baterias decentes nos iPhones, agora voltou atrás, que pena.
E esse papo de que o processador mais eficiente gasta menos energia, isso é balela, pois a diferença não deve ser tão significativa e o que mais gasta energia é a tela. É muito provável que a duração da bateria tenha caído significativamente.

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Temos o perfeito exemplo que refuta este seu comentário. Samsung Galaxy S20 ultra, com Exynos e a versão americana com Snapdragon possui duração de bateria, entre duas a três horas extras. Mesmo hardware, porém processadores com eficiência energética diferentes.

A tela hoje é a segunda fonte de consumo de energia, mas a primeira é o processador.

Danílio Costa da Silva (@Daniliocs)

2 a 3 horas de quê? Video, navegação? Pq basta comparar os reviews de vários sites, cada um usa um teste de duração diferente. Mas eu concordo que os Snaps no geral são mais eficientes, mas vejo um erro por parte da Apple: se ela torna o processador mais eficiente, não seria melhor manter o tamanho de bateria antigo? Pq ai o usuário teria um autonomia maior, mas nãooo ela vai lá e reduz a bateria e mantem a autonomia. Mesmo os iPhones atuais não são recordistas de duração né? Melhorar pra quê?

Filipe Espósito (@filipeesposito)

Diminuiu a bateria porque o celular ficou mais fino, sem contar que também adicionaram mais componentes internos por conta do 5G — o que também diminui o espaço livre para a bateria. Claro que eles poderiam manter a espessura, mas… ¯_(ツ)_/¯

Daniel R. Pinheiro (@DiFF7Skyns)

Rapaz… Acho que não é balela, viu. Só pra reforçar o comentário do @Douglas_Knevitz, aqui estão dois vídeos. Um deles comparando o mesmo aparelho com processadores diferentes, e outro comparando modelos idênticos, com a taxa de atualização da tela diferente. No primeiro, a diferença de bateria no final é de 17%, enquanto que no segundo é de 14%.