Foxconn

Sobre

Foxconn é a maior fabricante de componentes eletrônicos do mundo. Produz principalmente circuitos integrados e é conhecida por desenvolver peças para gadgets da Apple (iPad e iPhone) e consoles de jogos (PlayStation 3, Xbox 360 e Nintendo Wii). Foi fundada em 1974 e possui sede em Taiwan. Tem fábricas e linhas de produção no Brasil, nas cidades de Manaus (AM), Indaiatuba, Jundiaí e Sorocaba (SP) e Santa Rita do Sapucaí (MG). Atualmente emprega mais de 900 mil funcionários no mundo, mas tem sido severamente criticada por fornecer péssimas condições de trabalho.

Artigos de Foxconn

Coronavírus faz Foxconn fechar fábrica que produz parte dos iPhones

às 16h41 por

Em janeiro, a Foxconn chegou a declarar que o surto de coronavírus que atinge a China e avança para outros países não iria afetar a fabricação do iPhone. No entanto, a gravidade do problema forçou a companhia a rever essa postura, pelo menos em parte: a produção de sua fábrica mais importante deveria ser retomada na próxima segunda-feira (10), mas agora não há prazo para que isso aconteça.

Produção de iPhones não será afetada por surto de coronavírus, diz Foxconn

às 11h00 por

A Apple está se preparando para as incertezas criadas pelo surto do coronavírus: a empresa restringiu as viagens de funcionários à China e fechou temporariamente uma Apple Store no país. Por sua vez, a Foxconn garante que suas "obrigações globais de manufatura" — incluindo a fabricação de iPhones — não será afetada. Apple tem lucro recorde com vendas de iPhone 11, AirPods e serviços

Apple investiga fraude que usava peças defeituosas para montar iPhones

às 17h38 por

Em linhas de produção dos mais diversos tipos, peças defeituosas costumam ser separadas para descarte. Também é assim com a fabricação do iPhone. Ou deveria ser: a Apple está apurando a denúncia de um esquema fraudulento que usava peças rejeitadas para montar iPhones para o mercado paralelo. Quanto custa montar um PC com as configurações do Mac Pro 2019? [R

Huawei revê meta de superar Samsung, mas nega reduzir produção de celulares

às 11h23 por

O bloqueio dos EUA à Huawei entrou em sua terceira semana, e a empresa vem lidando com as consequências das sanções: ela sugere que talvez não conseguirá atingir a meta de superar a Samsung e se tornar a maior fabricante global de celulares até 2020. Além disso, rumores dizem que ela reduziu os pedidos de novos smartphones para a Foxconn; a fabricante nega. China listará empresas “não-confiáveis” a

Tensão entre EUA e China pode fazer Apple fabricar iPhones na Índia

às 12h21 por

As relações comerciais entre China e Estados Unidos andam tensas e não há nenhum sinal de trégua para 2019. Em uma aparente tentativa de escapar do fogo cruzado, a Apple pode adotar uma estratégia um tanto ousada: fabricar os iPhones XS, XS Max e XR na Índia a partir do próximo ano. EUA acusam hackers chineses de invadir NASA,

Subsidiária da Foxconn compra Belkin por US$ 866 milhões

às 10h31 por

Para a taiwanesa Foxconn, fabricar o iPhone e tantos outros dispositivos já não é suficiente: a companhia quer marcar presença no movimentado mercado de acessórios premium e, para isso, comprou a Belkin, um dos nomes mais fortes do segmento. O negócio também fará a Foxconn ser dona das marcas Linksys e Wemo. A Belkin tem sed

Foxconn é acusada de contratar ilegalmente estudantes para montar iPhone X

às 15h08 por

A Foxconn, principal terceirizada da Apple, está sendo acusada de contratar estudantes de forma ilegal para montar o iPhone X. Seis chineses informaram ao Financial Times que trabalharam 11 horas por dia, enquanto o limite legal para estagiários no país é de 40 horas semanais. Segundo o jornal, os estudantes têm entre 17 e 19 anos e disseram ser obrigados por sua escola a trabalhar durante três meses na fábrica da Foxconn em Zhengzhou, cidade chinesa. Eles fazem parte de um

Apple processa Qualcomm, que processa Apple, que tem parceiras processadas e todos processam Qualcomm

às 10h26 por

A disputa judicial entre Apple e Qualcomm ficou tão complexa que eu estou quase montando um diagrama: quatro parceiras da Apple na fabricação de iPhones acabam de se juntar ao processo. Para recapitular, a Apple processou a Qualcomm alegando cobrança abusiva de royalties. Então, a Apple foi processada por ter capado os chips da Qualcomm no iPhone 7 para favorecer outra fornecedora, a Intel. Enquanto a disputa rola, a Apple

Apple decide encerrar produção de iPads no Brasil

às 10h08 por

Depois de cinco anos, a Apple decidiu parar de montar iPads no Brasil. A informação é do jornal Gazeta do Povo, que afirma que a linha de produção do tablet na fábrica da Foxconn, em Jundiaí (SP), foi desativada há cerca de 20 dias. O fim da fabricação nacional resultou na demissão de cerca de 70 dos 130 funcionários que trabalhavam na montagem do produto. A Foxconn, que continua produzindo o iPhone no Brasil, foi respon

A Nokia não vai voltar a produzir smartphones

às 17h54 por

Os rumores sobre a volta da Nokia à produção de smartphones ganharam tanta força nos últimos dias que a companhia decidiu se manifestar sobre o assunto: em uma nota divulgada no domingo (26), a empresa afirmou, mais uma vez, que não tem planos de voltar a fabricar dispositivos móveis. A suposta confirmação do retorno ao segmento teria sido dada pelo

Quatro anos depois, as promessas da fábrica de iPhones no Brasil estão longe de serem cumpridas

às 16h57 por

Cerca de 100 mil empregos e mercado mais competitivo. Era o que se esperava da fabricação de iPhones e iPads no Brasil pela Foxconn. Mas, quatro anos se passaram desde o anúncio da empreitada e, como se vê, pouca coisa mudou. É fato que a produção local existe há algum tempo: a linha iPhone começou a ser montada em uma fábrica da Foxconn em Jundiaí, interior de São Paulo, no final de 2011. A montagem de iPads começou em maio do ano seguinte. Mesmo assim, os preços para o consumidor final praticamente não sofreram redução. As vendas permaneceram em crescimento, entretant

Funcionários da Foxconn são presos por suposta cobrança de propina a fornecedores de peças do iPhone

às 17h49 por

Como resultado de uma investigação iniciada há pouco mais de um ano, a polícia chinesa prendeu, nesta semana, pelo menos dez funcionários e ex-funcionários da Foxconn, todos com cargos de direção. O motivo? O grupo foi acusado de integrar um milionário esquema de propina envolvendo fornecedores de peças para o iPhone. A trama toda é bastante complexa, mas se resume ao seguinte: a Foxconn terceiriza a produção de determinados componentes utilizados nas linhas da Apple; o problema é que muitos dos fornecedores vinham sendo pressionados para se subme

Carregar mais posts