Arquivo Brasil

Foxconn recebe incentivos fiscais do governo para produzir tablets

Lucas Braga
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Foi publicada hoje uma portaria no Diário Oficial da União que habilita a Foxconn a produzir tablets com incentivos fiscais. A Foxconn é a maior fabricante de equipamentos eletrônicos no mundo. Produz computadores, tablets, videogames e celulares para diversas empresas, entre elas, Apple, Sony, Dell, HP e Motorola

O documento foi assinado pelo Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, pelo Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e pelo Ministro da Fazenda.

Eis o primeiro artigo da portaria:

“Habilitar a empresa Foxconn CMMSG Indústria de Eletrônicos Ltda., inscrita no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica do Ministério da Fazenda – CNPJ sob o nº 08.285.374/0002-93, à fruição dos benefícios fiscais de que trata o Decreto nº 5.906, de 26 de setembro de 2006, quando da fabricação do seguinte bem:

Microcomputador portátil, sem teclado, com tela sensível ao toque (‘touch screen’), de peso inferior a 750g (Tablet PC).”

Isso permite que tablets produzidos pela Foxconn sejam fabricados com menor custo, e, dessa forma, chegam ao mercado por um preço menor. Também recebem incentivos fiscais os acessórios que acompanham o tablet, como cabos, carregador e manuais.

Na teoria o preço deve cair. Mas, se tomarmos como exemplo o iPhone 4 de 8 GB fabricado em território brasileiro, o preço do iPad pode subir: o smartphone custa R$ 1,8 mil, valor similar à versão de 16 GB do iPhone 4 em seu lançamento. Resta aguardar o iPad brasileiro para verificar se continuará valendo à pena.

Com informações: Estadão, Diário Oficial da União

Lucas Braga

Autor especializado em telecom

Lucas Braga é analista de sistemas que flerta seriamente com o jornalismo de tecnologia. Com mais de 10 anos de experiência na cobertura de telecomunicações, lida com assuntos que envolvem as principais operadoras do Brasil e entidades regulatórias. Seu gosto por viagens o tornou especialista em acumular milhas aéreas.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque