Início » Celular » iPhone 12 poderá fazer recarga wireless de futuros AirPods, indica FCC

iPhone 12 poderá fazer recarga wireless de futuros AirPods, indica FCC

iPhone 12 conta com carregamento reverso oculto, segundo documento da FCC; função pode recarregar novos AirPods no futuro

Bruno Gall De Blasi Por

O novo iPhone 12 possui recarga sem fio assim como as gerações anteriores. Mas é possível que a tecnologia seja elevada a outro patamar: de acordo com documentos da FCC, o celular da Apple de 2020 deve contar com um sistema de carregamento reverso oculto, o que permitiria a reposição de energia dos próximos AirPods no futuro.

iPhone 12 (Imagem: Apple)

iPhone 12 (Imagem: Apple)

Os detalhes sobre o documento do órgão dos Estados Unidos foram revelados por Jeremy Horwitz nesta terça-feira (27). Pelo Twitter, Horwitz explica que o certificado traz menção tanto à recarga sem fio com o padrão Qi quanto ao possível recurso que permite carregar outros dispositivos compatíveis.

“Um novo recurso MagSafe foi oculto nos arquivos da Apple FCC: ‘Além de poderem ser carregados por um carregador WPT [Wireless Power Transmission] de mesa (disco), os modelos 2020 do iPhone também suportam a função de carregamento WPT a 360 kHz para carregar acessórios [incluindo] um acessório externo em potencial da Apple no futuro'”, disse.

Em resposta ao tweet no mesmo dia, Mark Gurman expôs algumas de suas apostas para a tecnologia. Para Gurman, a Apple pode utilizar o recurso, que também está presente em celulares como o Samsung Galaxy S20 com o nome Wireless PowerShare, com a nova geração dos Apple AirPods e Apple AirPods Pro, a ser anunciada no futuro.

Ainda assim, não está claro se a tecnologia chegará algum dia aos donos de iPhone 12 ou de gerações futuras e como ela funcionará. Vale lembrar que o iFixit encontrou rastros do recurso, ainda que incompleto, durante o desmanche do iPhone 11 Pro, em setembro de 2019.

MagSafe no iPhone 12 (imagem: Apple)

MagSafe no iPhone 12 (imagem: Apple)

iPhone 12 é lançado com 5G

iPhone 12: esse é o nome da nova linha de celulares da Apple, composta pelo iPhone 12, 12 Mini, 12 Pro e 12 Pro Max. Entre as novidades do quarteto está a conectividade 5G, que será compatível com as redes de quinta geração do Brasil, e o MagSafe. Nos EUA, os preços começam em US$ 699 (cerca de R$ 3.990 em conversão direta).

A Apple ainda removeu acessórios que acompanhavam os seus smartphones. A partir de agora, tanto os lançamentos quanto o iPhone 11, iPhone XR e iPhone SE (2020) não serão mais vendidos com o fone e carregador. No lugar, a caixa trará somente um cabo Lightning, que não é compatível com os adaptadores de tomada antigos.

Já homologados pela Anatel, os novos smartphones da Apple devem chegar ao Brasil até o fim do ano. A expectativa é que os preços ultrapassem o teto de R$ 10 mil em 2020. Os valores das gerações anteriores e dos Apple AirPods no mercado nacional também subiram com o anúncio dos sucessores do iPhone 11.

Com informações: 9to5Mac, Jeremy Horwitz (Twitter) e Mark Gurman (Twitter)

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação