Início » Gadgets » Mi Smart Band 6 chega com tela maior, oxímetro de pulso e preço baixo

Mi Smart Band 6 chega com tela maior, oxímetro de pulso e preço baixo

Xiaomi Mi Smart Band 6 é oficializada pela Xiaomi com tela colorida de 1,56 polegadas e oxímetro de pulso (SpO2) embutido

Bruno Gall De BlasiPor

Ao lado do Mi 11 Ultra, a Xiaomi também apresentou a nova geração de sua pulseira fitness. Trata-se da Xiaomi Mi Smart Band 6, anunciada nesta segunda-feira (29) com tela maior, oxímetro (SpO2) embutido e recursos para monitorar exercícios. Na Europa, o preço sugerido do wearable é de 44,99 euros (cerca de R$ 305 em conversão direta).

Xiaomi Mi Smart Band 6 (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Xiaomi Mi Smart Band 6 (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Como nos modelos anteriores, o gadget possui formato de pílula. A grande mudança fica pelo tamanho da tela AMOLED colorida, que subiu de 1,1 polegadas para 1,56 polegadas. A resistência à água de 5 ATM e a pulseira de silicone permanecem. Além disso, o usuário conta com mais de 60 temas para personalizar o dispositivo.

A nova geração da pulseira é capaz de registrar 30 atividades físicas, sendo seis delas detectadas automaticamente pelo gadget. A pulseira também possui oxímetro embutido (SpO2) e é capaz de monitorar os batimentos cardíacos, a qualidade do sono e o nível de estresse do usuário. O dispositivo se conecta com o celular via Bluetooth.

A bateria é de 125 mAh, como na geração anterior. De acordo com a Xiaomi, o componente é capaz de fornecer até 14 dias de carga, a depender do uso no dia a dia.

Xiaomi Mi Smart Band 6 (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Xiaomi Mi Smart Band 6 (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Na China, a Xiaomi Mi Smart Band 6 será comercializada sem NFC, por 229 iuanes (cerca de R$ 200 em conversão direta), e com NFC, por 279 iuanes (cerca de R$ 245). A pulseira também estará disponível nas lojas da Europa por 44,99 euros (cerca R$ 305).

No ano passado, a Xiaomi apresentou a Mi Band 5 com tela de 1,1 polegadas e sensor para medir o nível de oxigênio do sangue (SpO2). Mas, ao contrário da edição chinesa revelada em junho, a versão global chegou no mês seguinte sem oxímetro.

Com informações: XDA-Developers e Xiaomi (Blog)

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
17 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Joseilton Júnior (@Joseilton_Junior)

Tenho a Mi Band 4 desde meados de 2019 e está funcionando perfeitamente ainda. Em fevereiro comprei, no Ali Express, uma Haylou LS02 pro meu filho. Chegou quinta passada e estou observando se vale a pena ser meu próximo wearable.

André Gorgen (@Banana_Phone)

É legal ver como a MiBand vem evoluindo bastante a cada geração e como é comum ver pessoas usando. O preço atrativo tornou possível que muitas pessoas aderissem a essa tecnologia.
Pra muita gente é a porta de entrada, minha irmã tinha uma mas acabou partindo para um smartwatch com GPS.

Vinicius Andrade (@Toloko)

Eu também tenho a 4, também to pensando e trocar e também estou de olho em um Haylou, porém um que lançou esses dias e se parece mesmo com relógio ‘convencional’ - Haylou LS05S. Depois de uma olhada, é bem massa!

Tem as versão clones de Apple Watch (que acho o formato legal, pena que é muito caro ) - HW16, HW22, IWO46, mas nenhum deles parece ter um sistema legal e fluido

Bruno Gall De Blasi (@brunogdb)

Pra muita gente é a porta de entrada

Participo desse grupo! Comprei uma Mi Band em 2017 para exercícios, senti que queria mais e hoje uso Apple Watch.

Leone Oliveira (@Leone_Oliveira)

Gosto da mi Band, tenho uma 4, estou pensando em trocar, mas queria um smartwatch/smartband com NFC para pagamento, mas para usuários de Android até então só achei da Samsung, existe outra marca que tenha essa funcionalidade sem ser a Apple?

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Eu tenho a 5, não tinha comprado antes por causa do sistema de carregamento da bateria que precisava desmontar ela, agora to esperando lançarem uma com sistema de pagamento por aproximação, enquanto isso fico com a atual.

Alex (@wuhkuh)

meu caso, agora só troco quando tiver NFC

Vinicius Andrade (@Toloko)

Ahhh mas tem acessórios que fazem isso pra você uaheuahehuaehua
eu tenho a 4 e não desmonto pra carregar, é tipo um ‘grampo’ que ponho nela e já carrega… nem uso o carregador original
os china são power xD

Gustavo Hofer (@Gustavo_Hofer)

feliz com minha huawei band 4 pro.
evito comprar produto que a fabricante fica lançando modelo novo todo ano e fica me deixando com vontade de ficar trocarmdp…rs

Daniel Ribeiro (@danarrib)

Eu tenho a Mi Band 5, e é muito boa. Recomendo fortemente. Ela se integra perfeitamente ao App Saúde do iOS, diferente da Fitbit, que mantém todas as informações apenas dentro do App horroroso deles.

André Gorgen (@Banana_Phone)

Já tem NFC desde a versão anterior, mas não serve para pagamentos no Brasil

🤷‍♀️ (@xavier)

Mais um dono de uma MiBand 4 e esperando lançarem uma com NFC que possa ser habilitado (no Brazew) pra pagamentos.

Vinicius Vicentini (@ViniciusHVC)

sem Alexa então?

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

A versão global da 5 veio sem NFC.

Daniel Neves (@danielneves)

pra mim só vai valer a pena com nfc.
queria mesmo um dispositivo com preço acessível assim que tivesse como deixar as músicas nele. Nem que fosse só uns 8gb

Exibir mais comentários