Início » Finanças » Banco Central autoriza pagamentos por WhatsApp no Brasil

Banco Central autoriza pagamentos por WhatsApp no Brasil

Usuários do aplicativo poderão realizar transferências bancárias pelo mensageiro; recurso ainda não está disponível

Ana MarquesPor

O Banco Central (BC) autorizou, nesta terça-feira (30), a realização de pagamentos pelo WhatsApp, após uma análise que levou nove meses. A aprovação vale para transações envolvendo as operadoras de cartão Visa e Mastercard – que, segundo o BC, “poderão abrir novas perspectivas de redução de custos para os usuários de serviços de pagamentos”.

WhatsApp Pagamentos

WhatsApp Pagamentos (Imagem: Divulgação/WhatsApp)

A decisão foi antecipada na tarde desta terça pelo presidente do BC, Roberto Campos Neto: “Vejo um casamento entre mídia social e o mundo das finanças. Os controladores têm de entender como regular, enfrentar e o que significa para competição na sociedade”, afirmou durante um evento virtual.

A autorização permite que usuários do mensageiro façam transferências, pré-pago e depósitos. Já as compras dentro do aplicativo estão proibidas.

“As autorizações de hoje não incluem os pleitos da Visa e da Mastercard para funcionamento dos arranjos de compra vinculados ao Programa Facebook Pay, que seguem em análise no BC”, diz o comunicado.

A ferramenta que permite realizar transações no WhatsApp foi lançada em junho de 2020, mas teve seu funcionamento suspenso pelo órgão regulador para investigações de “eventuais riscos” relacionados à concorrência e à privacidade. Em janeiro deste ano, a Cielo chegou a afirmar que a modalidade seria autorizada ainda no primeiro semestre.

Recurso ainda não está disponível no WhatsApp

Em nota, o WhatsApp afirma ter recebido “com muita satisfação” a decisão do Banco Central. Entretanto, a ferramenta de pagamentos ainda não está disponível para os usuários do aplicativo.

“Estamos empenhados nos preparativos finais para disponibilizar esta funcionalidade do WhatsApp no Brasil assim que possível. Agora, mais do que nunca, pagamentos digitais seguros e convenientes oferecem uma solução vital para transferir dinheiro rapidamente para pessoas que necessitam e auxiliar empresas em sua recuperação econômica”, disse a empresa.

Com informações: BC e Agência Brasil

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
7 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@RODRIGO

Boa novidade, mas lamento por proibir compras dentro do aplicativo WhatsApp! Caso fosse permitido, talvez ajudaria impulsionar o comércio online!

Gustavo Guerra (@GustavoGuerra)

Essa é a prova de que a burocracia do Brasil faz qualquer um desistir de operar aqui. Gostaria muito de saber qual é o impeditivo para não permitir “compras” pelo WhatsApp segundo o BC. Até porque isso não impede ninguém de fazer uma transferência referente a uma venda.

𝕮𝖆𝖗𝖑𝖔𝖘 ⚯͛ (@IanCarlos)

e que comecem os golpes ! (mais né …)

Marcelo Juliani (@mjuliani)

Vocês não leram a matéria?

“As autorizações de hoje não incluem os pleitos da Visa e da Mastercard para funcionamento dos arranjos de compra vinculados ao Programa Facebook Pay, que seguem em análise no BC”, diz o comunicado.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Acho que parte da questão é o que o @IanCarlos comentou, que comecem os golpes, limitar as transferências sem um sistema de comercio da pra medir o tamanho do problema de golpes pelo whatsapp, verificar que ferramentas de segurança serão implementadas e outras coisas.
Hoje por exemplo acho muito fraca a segurança do whatsapp pra ti manter dinheiro lá, não tem nem senha obrigatória.

Além do mais, está em analise, não é uma proibição definitiva, tem de ver como vai funcionar isso, quem vai bancar as fraudes e tudo mais.

@RODRIGO

Eu li corretamente, mas, de qualquer maneira, peço desculpas por entender mal! Porém, por que o BC não liberou compras do app em simultâneo à autorização de transferências bancárias?

Gustavo Guerra (@GustavoGuerra)

É justamente isso que eu queria saber também @mjuliani. Qual é a lógica de colocar em análise algo que pode acontecer sem mesmo o BC puder impedir:

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Questão de obrigações legais, se não tá autorizado compras e vendas e tu reclamar que tomou um golpe ao comprar pelo whatsapp, o banco central e os bancos lavam as mãos.

Hoje se alguém roubar a tua conta do whatsapp e tiver um cartão vinculado a ela, quem é responsável por ressarcir em caso de golpe? num mercado desregularizado tu ficaria no prejuízo e sem direito a reclamar pra ninguém, regulamentando da para exigir regras de segurança e responsabilidades.

Gustavo Guerra (@GustavoGuerra)

Com ou sem regulação, se você tomar um golpe, a responsabilidade é sua, não é do BC, dos bancos e nem do WhatsApp. Porque você é o único responsável por sua conta e o que faz nela segundo os TOS que você concordou ao entrar no app.

Se houver uma falha de segurança, ai sim o WhatsApp poderia ser reponsabilizado ou qualquer outro na cadeia do processo. Mas fora isso, você não tem direito de culpar mais ninguém além de você mesmo e do criminoso.

Mesmo num cenário de regularização estatal, tal decisão é idiota, inútil e só nos leva para um mar de burocracias e atrasos. Como eu disse, se vai ter transações, ninguém será impedido de fazer uma venda.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Mas elas não vão ter respaldo jurídico, se tu comprar e pagar algo pelo whatsapp e não receber, não tem como reclamar na justiça contra o Whatsapp.
E antes que tu diga que não é essa as clausulas da empresa, só ver a quantidade de decisões judiciais contra o whatsapp em casos de pessoas que transferem o dinheiro pra ladrões que se adonaram de contras de outras pessoas.

BC é responsável por toda a movimentação financeira que acontece dentro do brasil. Mas acho que poderíamos seguir o modelo dos EUA, onde os bancos não investem em segurança e se roubarem dinheiro da tua conta tu que se foda, não importa se foi falha do banco ou tua.

Gustavo Guerra (@GustavoGuerra)

Se você for hoje na OLX, fazer um PIX e não recebe nada, a culpa é sua e não da OLX.

Mas o “WhatsApp Pay” seria igual a um Mercado Livre, eles vão reter o valor do vendedor para assim dar uma garantia ao usuário. Ou seja, sem regulação nenhuma, todos estão seguros.

Mais uma prova da insegurança jurídica maluca que existe nesse país. Você tem a conta roubada por uma falha sua ou é roubado por tolice/ingenuidade/inocência/etc e quer indenização da empresa que só promove a comunicação entre partes.

A menos que seja uma falha de segurança, algo que o WhatsApp garantiu a segurança mas falhou, não seria dele a responsabilidade.

Tirando a falta de lógica que é não garantir a segurança dos seus clientes, o que geraria inúmeros problemas para o próprio banco, o sistema brasileiro é um dos mais robustos do mundo, principalmente devido a enorme regulação, burocracia e leis estúpidas que temos.