Início » Ciência » Neuralink, de Elon Musk, mostra macaco jogando Pong com a mente

Neuralink, de Elon Musk, mostra macaco jogando Pong com a mente

Neuralink apresenta vídeo de macaco jogando Pong sem joystick através de chip que conecta cérebro a computadores

Bruno Gall De BlasiPor

A Neuralink fez mais uma demonstração de seu chip que visa conectar o cérebro a computadores. A companhia de Elon Musk apresentou Pager, um macaco de nove anos, jogando Pong com os “poderes da mente” com auxílio de um implante aplicado seis semanas antes da gravação. O vídeo foi divulgado nesta quinta-feira (8).

Neuralink, de Elon Musk, mostra vídeo de macaco jogando Pong com a mente (Imagem: Reprodução/Neuralink/YouTube)

Neuralink, de Elon Musk, mostra vídeo de macaco jogando Pong com a mente (Imagem: Reprodução/Neuralink/YouTube)

A Neuralink explica que Pager conseguiu controlar o jogo através de um “dispositivo de gravação neural totalmente implantado de 1.024 eletrodos e dispositivo de transmissão de dados, denominado N1 Link”. Para isto, a companhia explica que colocou um chip no córtex motor esquerdo (que controla os movimentos do lado direito do corpo) e outro no córtex motor direito (que controla o lado esquerdo do corpo).

Inicialmente, o vídeo apresenta o macaco jogando com o auxílio de um joystick. Neste momento, Pager é ensinado a controlar a partida enquanto recebe um smoothie de banana através de um canudo como recompensa. Depois, ele passa a controlar o jogo apenas com suas atividades cerebrais, transmitidas pelo chip ao computador.

Em seu blog, a Neuralink afirma que o objetivo é permitir que pessoas com paralisia consigam controlar um computador, smartphone e afins somente com a sua atividade cerebral. “Depois disso, pretendemos usar o Link para ajudar a melhorar a vida de pessoas com distúrbios neurológicos e deficiências de outras formas”, afirmaram.

Elon Musk revela chip que conecta cérebro a computadores

A demonstração desta semana acontece após o anúncio de um chip para conectar o cérebro a computadores. Em agosto, Elon Musk trouxe os primeiros detalhes do componente capaz de ler e escrever atividades cerebrais por meio de eletrodos inseridos em uma pequena cavidade do crânio.

Ainda assim, não se sabe quando o componente chegará à sua versão final. Por enquanto, a tecnologia está sendo testada em animais, como é o caso do macaco Pager. Durante o evento do ano passado, Elon Musk também demonstrou o componente em ação ao detectar atividades cerebrais em porcos.

Com informações: Engadget, Neuralink (Blog) e The Verge

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando