Início » Aplicativos e Software » Twitter exibe aviso para quem tenta postar respostas ofensivas

Twitter exibe aviso para quem tenta postar respostas ofensivas

Para estimular conversas saudáveis, Twitter passou a alertar mais usuários ao identificar respostas potencialmente prejudiciais

Victor Hugo Silva Por

O Twitter começou a exibir para mais usuários um aviso que sugere a revisão de respostas com linguagem ofensiva. O recurso, que estava sendo testado desde 2020, quer incentivar conversas mais saudáveis na rede social. Ele está sendo liberado para usuários que usam a versão em inglês no iOS e deve chegar ao Android nos próximos dias.

Aviso contra respostas ofensivas no Twitter (Imagem: Divulgação)

Aviso contra respostas ofensivas no Twitter (Imagem: Divulgação)

Nos alertas, o Twitter pergunta se o usuário deseja revisar a resposta antes de publicá-la. “Estamos pedindo para as pessoas analisarem respostas com linguagem potencialmente prejudicial ou ofensiva”, diz o aviso. Na tela, o aplicativo permite continuar com a publicação da resposta, editar o tweet ou apagá-lo.

A solução começou a ser testada em maio de 2020 como uma forma de estimular usuários a repensarem suas respostas ofensivas. No entanto, em seus estágios iniciais, ela ainda tinha erros e inconsistências. A rede social afirma que realizou ajustes para garantir que os alertas fossem mais precisos.

“Nos primeiros testes, as pessoas às vezes eram alertadas desnecessariamente porque os algoritmos que alimentam os avisos tinham dificuldades para capturar as nuances em muitas conversas e muitas vezes não diferenciavam entre linguagem potencialmente ofensiva, sarcasmo e brincadeiras amigáveis”, afirmou o Twitter, em comunicado.

Twitter registra 34% menos respostas ofensivas

Segundo o Twitter, os ajustes nos avisos para evitar respostas ofensivas envolveram alguns fatores. Um deles envolve analisar a relação do autor do tweet com quem envia a resposta. A rede social explica que, se duas contas seguem e costumam responder uma à outra, é provável que um tweet aparentemente ofensivo não precise, de fato, do alerta.

O recurso também passou a relevar situações em que uma certa linguagem é usada por certos grupos e não são realmente prejudiciais. Além disso, os usuários podem avisar quando entenderem que o alerta não deveria ser exibido.

O Twitter registrou queda nas respostas ofensivas durante o teste. Entre os usuários que receberam o aviso, 34% revisaram a resposta ou decidiram não publicá-la. Depois do primeiro alerta, o grupo teve, em média, 11% a menos de respostas indevidas. A rede social afirma que, mesmo com a liberação para mais usuários, seguirá com os ajustes. A solução deve ser expandida para mais idiomas no futuro.

Com informações: CNET.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
4 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Henrique Picanço (@HenriquePicanco)

Essa ideia de uma funcionalidade que basicamente lhe diz “pensa na m#rda que você está escrevendo” é muito interessante.

Boa, pássaro!