Início » Aplicativos e Software » Google Fotos ganha recurso para apagar imagens borradas e prints

Google Fotos ganha recurso para apagar imagens borradas e prints

A nova ferramenta exibirá fotos e vídeos grandes, junto de capturas de tela que já ocupam espaço no backup do Google Fotos

Por

O Google divulgou nesta segunda-feira (24) o lançamento de uma ferramenta para ajudar a economizar espaço dentro do Google Fotos. A novidade consegue selecionar fotos e vídeos que ocupam muito espaço, além de imagens borradas e também capturas de tela que provavelmente foram enviadas para a nuvem por engano – e não serão mais a partir do Android 12.

Google Fotos no Android (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

Google Fotos no Android (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

Com a proposta de entregar espaço ilimitado para qualquer usuário dentro do Google Fotos, muitas pessoas podem ter jogado todas as mídias presentes nos smartphones e também no PC dentro deste backup – eu fui uma delas. Depois de alguns anos o gigante das buscas mudou de ideia e já a partir do mês que vem vai deduzir de todo o armazenamento em nuvem da conta o tamanho ocupado por qualquer arquivo novo que aparecer por lá.

Como muitos podem não ter notado a mudança de regras do Google Fotos ou mesmo não querem manualmente apagar todo o backup feito por engano, ou que não faz mais sentido a partir de algum momento, o Google criou uma ferramenta capaz de identificar:

  • Vídeos e fotos que ocupam muito espaço
  • Fotos borradas ou sem foco
  • Capturas de tela (também chamadas de prints)
Google Fotos ganha ferramenta para organizar backup (Imagem: divulgação/Google)

Google Fotos ganha ferramenta para organizar backup (Imagem: divulgação/Google)

O gerenciamento destes vídeos e fotos é feito de forma automática e o próprio gigante das buscas mostra quais são as imagens identificadas, mas o usuário precisa entrar nas configurações do Google Fotos para encontrar a ferramenta. Em cada uma das categorias, o aplicativo sugere quanto espaço pode economizar se os arquivos forem apagados.

O recurso pode ser entendido como uma forma de organizar melhor o backup, mas o Google deixa claro dentro do próprio aplicativo que o objetivo é apenas de economizar espaço utilizado na nuvem. Em outras palavras, todas as fotos e vídeos grandes, capturas de tela e imagens embaçadas presentes antes do fim do espaço ilimitado continuarão disponíveis e não aparecerão dentro da ferramenta.

Google Fotos troca nome do “Alta qualidade”

Com esta nova ferramenta, o Google também mudou a forma como nomeia as duas opções de upload. Até então, o usuário pode escolher entre “Alta qualidade” e assim não contabilizar o espaço em nuvem da conta ao comprimir fotos e vídeos, ou então “Original” para subir os arquivos exatamente como foram criados e sem qualquer diminuição no tamanho ou qualidade deles.

A notícia ainda está apenas em inglês e neste idioma o “Alta qualidade”, ou “High quality” passa a ser chamado de “Storage saver” que em tradução livre pode ser entendido como “Economizador de armazenamento”. Mesmo com essa alteração, o Google Fotos continuará comprimindo e alterando o arquivo enviado para a nuvem, mas desta vez com objetivo de apenas diminuir o espaço ocupado pelo backup.

De acordo com o próprio Google, escolher o backup para o Google Fotos em “Alta qualidade” significa que todas as fotos com resolução maior que 16 megapixels serão reduzidas para este máximo. Já os vídeos recebem um limite em Full HD, ou 1080p e qualquer arquivo maior que este objetivo é reduzido, além de ter recursos extras removidos, como acontece com as legendas.

App estima quanto tempo de backup ainda existe no Google Fotos (Imagem: divulgação/Google)

App estima quanto tempo de backup ainda existe no Google Fotos (Imagem: divulgação/Google)

Por fim, como a partir de junho deste ano o espaço em nuvem do backup dentro do Google Fotos passará a descontar de todo o armazenamento na conta do usuário, o aplicativo ganhou um alerta para indicar quanto tempo de fotos e vídeos ainda pode ser utilizado sem a necessidade de pagamento para o recurso.

Ele aparece nas configurações do Google Fotos, dentro da opção Backup e sincronização, em um novo botão chamado “Gerenciar armazenamento”.

Tanto o novo nome para o backup no Google Fotos, como a ferramenta para identificar capturas de tela, fotos e vídeos grandes, além de imagens embaçadas, estão chegando aos poucos para todos os usuários. A empresa não disse se é necessário ter alguma versão específica do app, mas é sempre bom mantê-lo atualizado em qualquer plataforma.

Com informações: Google.