Início » Legislação » Provedores do Reino Unido terão que oferecer filtro anti-pornografia

Provedores do Reino Unido terão que oferecer filtro anti-pornografia

Britânicos deverão escolher se querem internet com ou sem porn

Avatar Por

Problema de Primeiro Mundo: obrigar os provedores de internet a oferecer um filtro que bloqueie conteúdo pornográfico. Essa é a mais recente luta de David Cameron, primeiro-ministro do Reino Unido, junto aos quatro maiores provedores de lá. Parece que a ideia vai mesmo para a frente.

Cameron, que já considerou desligar a internet durante aquela onda de manifestações – e violência, sejamos sinceros – em Londres, agora está contra a pornografia na rede. Internet is for porn, já dizem os GIFs que a gente encontra com tanta facilidade no Google Imagens. O primeiro-ministro discorda disso.

O 'pôster' diz tudo

O controle parental será oferecido a todos os clientes da Virgin, BT, Sky e TalkTalk. Juntas, as quatro empresas detêm 17 milhões dos quase 19 milhões de assinantes de internet no Reino Unido. Num primeiro momento, o governo deu a entender que cada provedor poderá escolher a empresa responsável por fazer o filtro de conteúdo. A McAfee estaria entre as companhias recomendadas para esse fim.

Quando um cliente assinar o serviço de internet no Reino Unido ou trocar de provedor, ele terá que decidir se quer o acesso livre ou se prefere a “internet com filtros”. De acordo com os provedores, o impacto da decisão deve ser mínimo, tendo em vista que só 5% dos clientes mudam de operadora por trimestre. Como a maioria das residências britânicas têm acesso à rede, a conquista de novos assinantes também está longe de ser uma prioridade para os provedores.

O filtro de conteúdo na internet está amplamente disponível. Além de aplicativos que fazem isso, há serviços baseados na web com a mesma função. A OpenDNS, da qual costumo falar por aqui (embora atualmente esteja adotando o Google Public DNS como serviço de resolução de DNS) oferece diversos filtros por categoria de conteúdo.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Turdin
Mas é mais fácil! =D
@yagogabriell
Nada de Faps, Faps ,ouviu?
felipe
parental é relativo a parentes, não a pais... vamo começar a traduzir melhor as paradas?
Lucas Meneses
Cadê as discursões religiosas? Esses trolls estão ficando fracos kkkkkk Acho que isso não adianta muito, mas é melhor do que não fazer nada.
Yangm
Prevejo processos e mais processos por causa de alguns sites que escapam dessa mão de ferro (ui!).
Baixe Correto
Tinha que ter isso no Brasil Também!
@nerdmor
"The internet is for porn" é do musical Avenue Q, antes de ser um meme
Ramon Melo
Mais uma da série "Quero que o governo, as escolas, as igrejas e a TV eduquem meus filhos para mim".
ricardo
Lobby da playboy.
@OliveirArthur
Isso que eu ia dizer agora... Mothers’ Union: Mães unidas para ***** com a sua vida. /trollface
Arthur V.*
TENSO. mas #todoscomemora entre as organizações conservadoras em prol da Moral, Bons Costumes e da Família™. aliás, isso foi iniciativa de uma dessas organizações, a Mothers' Union.
Agnatos
Bem... Quando eu conheci os pr0ns eu tinha uns 16 ou 17 anos se não me engano, mas antes disso eu já tinha visto revistas e filmes, então acho que essa medida é meio "chover no molhado" Se 14 anos atrás eu já tinha acesso praticamente livre a pornografia (levando em consideração que nem dinheiro para revistas eu tinha) eu já tive contato quer dizer que restringir o acesso via internet será supérfluo.
Rodolfo Gomes
Já vejo o mercado de proxies crescendo...