Início » Software » Waterfox é a versão do Firefox otimizada para 64 bits

Waterfox é a versão do Firefox otimizada para 64 bits

Por
7 anos atrás

Os programadores da Mozilla ainda estão, por incrível que pareça, batendo a cabeça no teclado tentando descobrir uma forma de implementar o suporte a sistemas de 64 bits na versão estável do Firefox. Enquanto isso um grupo de desenvolvedores se aproveitou do fato do navegador ter o código aberto, implementou essa funcionalidade e liberou um novo navegador. Ele é chamado de Waterfox e na semana passada a versão 10 do programa foi publicada.

O foco, como eles mesmos dizem, é a velocidade. O principal diferencial do Waterfox é ser mais rápido do que o Firefox, obviamente se comparado com sistemas de 32 bits. A nona versão do sistema implementa não só as últimas novidades e correções de falhas do Firefox 9 como também entrega um código menor – taí outra coisa que a Mozilla poderia aprender com esses caras.

Não consegui baixar, então o crédito da screenshot acima é do Lifehacker

O Waterfox 9.0 está disponível apenas para Windows e pode ser baixado gratuitamente nesse link. Ele exige a instalação do pacote Visual C++ 2010 Redistributable (também disponível na página) e se atualiza com a mesma frequência que o Firefox. Outra vantagem é que os desenvolvedores também implementaram nele o suporte a perfis e extensões do navegador da Mozilla. Isso quer dizer que seu histórico e extensões vão estar disponíveis assim que o programa for aberto.

Se você encontrar algum erro no caminho, esse FAQ deve ajudar a solucionar alguns dos principais vistos pelos desenvolvedores.

E quando o suporte a arquiteturas de 64-bits vai chegar no Firefox? O pessoal do Gemind lembrou: apenas na versão 10 do navegador. Mas vale lembrar que a promessa inicial da Mozilla era de entregar esse suporte no Firefox 8, então não se surpreenda se ocorrerem mais atrasos. Até lá, se você quiser uma versão oficial do Firefox com esse suporte, terá de se contentar com uma das versões não-terminadas, no canal Nightly do navegador.

Com informações: Lifehacker.

Mais sobre: , ,