Início » Telecomunicações » Governo do Amapá disponibilizará hotspots Wi-Fi para acesso gratuito

Governo do Amapá disponibilizará hotspots Wi-Fi para acesso gratuito

Lucas Braga Por
8 anos atrás

O governo do Amapá anunciou na sexta-feira (23) um novo investimento para o estado. Serão R$ 60 mil investidos em equipamentos para cobrir alguns pontos das cidades de Macapá e Santana. Ainda não se sabe detalhes sobre quais pontos da cidade receberão os access points. O governo do Estado prometeu que a cobertura não ficaria apenas nas duas cidades, expandindo futuramente para os outros 16 municípios do estado. Com um número de cidades tão baixo, não fica difícil cobrir todo o estado com internet grátis.

O projeto visa expandir o acesso à internet para toda a população e, de imediato, beneficiar 30 mil pessoas. Atualmente, apenas 20% da população do Amapá possui acesso a internet -- o que faz total sentido: no estado, o Oi Velox de 300 Kbps custa R$ 219,00. Só para fins de comparação, essa velocidade nem é comercializada nos estados do sudeste, onde se paga R$ 84,90 por uma conexão de 15 Mbps. O motivo desse preço absurdo é que o estado não é atendido por fibras ópticas, o que obriga as operadoras utilizarem uma rota que vai pela Bolívia e retorna pelo mar para Fortaleza.

R$ 219,00 por uma conexão de 300 Kbps.

Esse não é o primeiro projeto de cidades digitais: a cidade de Belo Horizonte é agraciada pela prefeitura com hotspots em diversos pontos turísticos da cidade. O mesmo acontece no Rio de Janeiro, mas, dessa vez, com uma cobertura mais significativa: em parceria com a TIM, o governo do Rio de Janeiro levou banda larga via Wi-Fi para toda a orla da cidade, para a favela da Rocinha e o Complexo do Alemão.

Vale ressaltar que, recentemente, o programa de TV Fantástico descobriu uma fraude no projeto Jampa Digital, que levaria o mesmo benefício para a cidade de João Pessoa. A verba explorada pelo governo foi muito maior: foram R$ 27 milhões gastos em um projeto acusado de ser fraudulento.

Mais sobre: , ,