O Ministro de Ciência e Tecnologia, Marco Antônio Raupp, apresentou na manhã desta quarta-feria em Nova Delhi, Índia, um satélite capaz de levar o acesso à internet banda larga para todo o território brasileiro. Isso iria acelerar a democratização do acesso a internet, devido à abrangência que o satélite atinge.

O satélite dará opção para que todos os municípios brasileiros possam acessar os serviços de internet e telefonia via 3G. Daí, percebe-se que a tecnologia de acesso pelo cliente não será exatamente via satélite: o usuário se conecta por meio de alguma rede (seja física ou móvel) de sua cidade, que por fim possui conexão via satélite.

De certo modo, é uma maneira mais inteligente de prover esse tipo de acesso. Se cada cliente precisasse de uma antena parabólica e aparelhos necessários para a conexão, o custo do equipamento para o cliente seria extremamente caro. Intermediando o acesso com outras tecnologias, o custo seria bem menor.

O Brasil busca na Índia ajuda para a construção do satélite, que terá a construção e lançamento de responsabilidade da Embraer e Telebras. O satélite tem um custo avaliado de R$ 720 milhões. O lançamento tem custo estimado de US$ 80 milhões e está previsto ainda para este ano. Em 2014, mais outro satélite será lançado.

É notável que o custo é alto, mas a área de abrangência de um satélite é superior a qualquer rede de fibra óptica montada com o mesmo orçamento disponibilizado pelo governo. Assim como qualquer outra tecnologia, a comunicação de dados também tem sua desvantagem: as taxas de transferências não são altas (sobretudo o upload) e o tempo de resposta é incrivelmente grande.

Posso considerar como uma solução de emergência. Uma hora ou outra, redes de fibras ópticas serão necessárias para suprir a necessidade da população, que aumenta a cada dia que passa.

Com informações: Gizmodo Brasil, Terra

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Gvoz

banda larga, kkk só se for no nome mesmo viu

Marcos
banda larga, kkk só se for no nome mesmo viu
Jorge Luiz Costa
Enquanto isso a Latencia será de 1000 ms...
Ramon Melo
Porque, obviamente, lançar satélite é uma boa solução <imediata. Se vocês não se importam, preciso sair para lançar meu satélite aqui, já volto.
Ramon Melo
E por acaso lançar satélite é fácil e barato? Olhem as alternativas: gastar uma fortuna colocando fibra ótica, que vai permitir internet mais barata, com uma qualidade minimamente decente e latência inferior, ou gastar uma fortuna lançando um satélite? Qual vocês acham melhor?
ricardo
Eu diria mais: além de a fibra óptica ser de cara implementação (um feixe com 36 fibras custa aproximadamente R$40.000 por quilômetro, fora instalação e infraestrutura), ela demora muito para ser instalada e depois de pronta exige manutenção frequente.
@ricardokiyota
Tá parecendo uma pessoa que eu conheço... Todo improviso, pra ele é solução!
Zarohpyel Nefilim (@rodrigorsena)
Olha só, não sabia dessa, pensei que o governo tinha esquecido do amazonas, eles so meteram o dedo na oi pra eles jogarem umas fibras ópticas que sem do amazonas, vai pra boa vista, de la pra Venezuela, de la pra uma interseção de la, pra fortaleza, de la para o Rio de janeiro!
@LBKatan
#ClasseMediaSofre e muito!
@LBKatan
Bem, pensando pelo lado de que você não será obrigado a usar essa internet, nem precisará, esse delay não vai fazer diferença pra você. Mas, pra quem não tem internet, isso aí não é nada. Claro, não vai dar pra jogar CS num servidor internacional, mas dá pra usar muita coisa. O problema é que tá todo mundo falando como se essa internet fosse pra nós, que já temos acesso à rede e, na maioria das vezes, melhor. E mais, 800 milhões foi o gasto, no ano passado, com o programa "Brasil no Esporte de Alto Rendimento - Brasil Campeão" que é/foi responsável, entre outras coisas, pelos Jogos Militares, Jogos Olímpicos e Paraolímpicos 2016 e Copa do Mundo 2014. Então não é tanta coisa assim por algo que pode trazer mais benefícios do que a Copa.
@LBKatan
2mbps chegando para a pessoa? Isso tá bom não?
Kirk Patrick
Já estamos em 1 de Abril? Só acredito vendo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Alan Lupatini
Imagino que esse satélite não foi feito para atender ninguém que está comentando nesse post. Ele foi imaginado para atender quem não tem conexão nenhuma hoje. É o bom e velho "melhor do que nada".
@TatoGomes
Tem hora que o pessoal esquece que o Brasil tem dimensões continentais e que nem tudo é tão fácil de fazer...
@ajscaldas
Esse projeto é para levar internet para o interior e não para as grandes cidades. Fibra ótica não é tão fácil de sair colocando.
Exibir mais comentários