Início » Mobile » Serviços de armazenamento de arquivos na nuvem: qual escolher?

Serviços de armazenamento de arquivos na nuvem: qual escolher?

Por
7 anos atrás

Com o lançamento do Google Drive nessa terça-feira, o campo de serviços de armazenamento de arquivos ganhou mais um forte concorrente. Um concorrente que já chega com uma enorme base de usuários devido à inteligente manobra do Google de atualizar o aplicativo Google Docs para o Drive. Mas o fato é que existem diversos serviços do tipo no mercado, cada um com seu diferencial e preços.

Para evitar que você saia procurando pela web as informações sobre cada um dos serviços de armazenamento disponíveis, nós angariamos as principais informações sobre eles em um post só. Descubra a seguir qual deles que vai te servir melhor.

Comparativo

Clique para ver maior

Box

Possivelmente o mais antigo de todos, o serviço foi lançado em 2005, quando ninguém tinha ideia do que diabos seria o armazenamento nas nuvens. Disponível em Box.com.

  • Armazenamento gratuito: 5 GB (para contas pessoais)
  • Preços do armazenamento pago: 25 GB (US$ 9,99 por mês) ou 50 GB (US$ 19,90 por mês) nas contas consideradas “pessoais”. Para empresas eles disponibilizam 1000 GB (US$ 15 por usuário por mês). Existem planos ilimitados, mas eles não disponibilizam o preço na página.
  • Limite de tamanho de arquivo: 25 MB por arquivo na conta gratuita, 1 GB por arquivo na conta paga (pessoal) e 2 GB na outra conta paga (empresas).
  • Aplicativos: Para sistemas operacionais desktop, o Box só oferece aplicativos para Windows e Mac OS X se a conta usada for para empresas. Contas pessoais só podem usar os aplicativos para tablets e smartphones Android (gratuito), tablets e aparelhos com iOS (gratuito) e também para BlackBerry OS e tablets PlayBook (ambos gratuitos).
  • Compartilhamento: Permite compartilhar arquivos por meio de links privados em uma conta. Também é possível compartilhar pastas.
  • Extras: O diferencial do Box é permitir que, em contas de empresas, um arquivo possa ser editado online por uma variedade de usuários ao mesmo tempo. Estranhamente a conta paga pessoal não dá essa opção. Há também recursos como rastreamento de versões de arquivos, publicação de comentários e notificação por email quando um arquivo é visualizado ou editado.

SkyDrive

Serviço da Microsoft, ele foi atualizado recentemente. Apesar de novas contas gratuitas terem o limite abaixo, os usuários que já tinham o serviço habilitado antes receberam 25 GB de armazenamento gratuito de presente. Disponível em live.skydrive.com.

  • Armazenamento gratuito: 7 GB
  • Preço do armazenamento pago: 20 GB (US$ 10 ao ano, menos de 82 centavos de dólar ao mês), 50 GB (US$ 25 ao ano, menos de 2,09 dólares ao mês) e 100 GB (US$ 50 ao ano, menos de 4,17 dólares ao mês). Vale lembrar que os preços variam se forem em reais;
  • Limite de tamanho de arquivo: 300 MB por arquivo (contas gratuitas e pagas) se ele for enviado pela web e 2 GB para arquivos enviados pelo aplicativo para desktop.
  • Aplicativos: Para sistemas desktop, o SkyDrive oferece aplicativos de sincronização para Windows e Mac OS X (gratuitos). Em sistemas móveis, existem aplicativos para iOS e Windows Phone (gratuitos);
  • Compartilhamento: permite criação de links públicos para arquivos e também compartilhamento de pastas;
  • Extras: Fortemente integrado com serviços da Microsoft, como o Hotmail e o Office Web Apps. Permite editar arquivos de forma integrada com o Microsoft Office, embutir arquivos no ofrmato Office para visualização em páginas e compartilhar arquivos, fotos e pastas diretamente com redes sociais como o Facebook e Twitter. Também oferece a opção de baixar toda uma pasta no formato .zip.

Dropbox

Criado em 2007 por um grupo de estudantes do conhecido M.I.T, ele foi lançado mesmo apenas em 2008 durante a conferência TechCrunch50. É um dos serviços que serviu de referência para criação de vários outros, principalmente por seu suporte em plataformas móveis. Disponível em Dropbox.com.

  • Armazenamento gratuito: 2 GB;
  • Preço do armazenamento pago: 50 GB (US$ 9,99 por mês ou US$ 99 por ano) e 100 GB (US$ 19,99 por mês ou US$ 199 por ano). Existe a opção de 1 TB de armazenamento chamado Dropbox Teams, mas a empresa não revela qual o preço;
  • Limite de tamanho de arquivo: Ilimitado;
  • Aplicativos: em sistemas desktop, o Dropbox oferece aplicativos para Windows, Mac OS X e Linux (todos gratuitos). Para plataformas móveis, existem aplicativos que permite visualizar arquivos mas não editá-los) para os sistemas iOS, Android e BlackBerry;
  • Compartilhamento: Há uma pasta em todas as contas Dropbox que é específica para arquivos públicos, mas também é possível dar acesso a outros arquivos em outras pastas de uma conta, clicando com o botão direito e acessando a opção “Get link”;
  • Extras: Convidar amigos para abrir uma conta no serviço vai dar a você (e ao seu amigo que for chamado) mais 500 MB de armazenamento extra gratuito. Mas o máximo que você pode atingir com esse método é 18 GB. Para contas pagas, cada amigo dá direito a 1 GB extra e o máximo que você pode ganhar com o método é 32 GB.

SugarSync

Criado originalmente como um serviço de armazenamento de fotos em 2006, foi apenas em 2009 que o SugarSync se ganhou o nome que tem e passou a armazenar outros tipos de arquivos. Ele está disponível em SugarSync.com.

  • Armazenamento gratuito: 5 GB;
  • Preço do armazenamento pago: 30 GB (US$ 4,99 por mês ou US$ 49,99 por ano), 60 GB (US$ 9,99 por mês ou US$ 99,99 por ano) e 100 GB (US$ 14,99 por mês ou US$ 149,99 por ano);
  • Limite de tamanho de arquivo: 2 GB;
  • Aplicativos: para sistemas desktop, existem aplicativos para Windows e Mac OS X (gratuitos). Em plataformas móveis, o SugarSync pode ser o que oferece mais suporte até agora: existem aplicativos para Android, iOS, BlackBerry OS, Symbian e Windows Mobile;
  • Compartilhamento: permite compartilhar qualquer pasta, mas para que usuários tenham acesso aos arquivos é necessário ter uma conta no serviço;
  • Extras: assim como o Dropbox, o serviço oferece espaço de armazenamento para aqueles que indicam amigos que criarem contas. Em contas gratuitas, cada amigo convidado rende 500 MB de espaço para ambos os usuários e o limite para esse tipo de conta é de 32 GB. Se um amigo que você convidar abrir uma conta paga de ao menos 30 GB, você e ele ganham 10 GB de armazenamento e não há limites para o armazenamento máximo.

Google Drive

É a aposta do Google no campo de serviços de armazenamento que foi lançado hoje, altamente integrado com o Google Docs e com funcionalidades de edição colaborativa. Disponível em drive.google.com.

  • Armazenamento gratuito: 5 GB;
  • Preço do armazenamento pago: 25 GB (US$ 2,49 por mês), 100 GB (US$ 4,99 por mês), 200 GB (US$ 9,99 por mês), 400 GB (US$ 19,99 por mês), 1 TB (US$ 49,99 por mês), 2 TB (US$ 99,99 por mês), 4 TB (US$ 199,99 por mês), 8 TB (US$ 399,99 por mês) e 16 TB (US$ 799,99 por mês);
  • Limite de tamanho de arquivo: 10 GB;
  • Aplicativos: Para sistemas desktop, há um aplicativo gratuito para Windows e Mac OS X. Nas plataformas móveis, o único aplicativo disponível atualmente é para Android. Mas o Google avisa que uma versão para iOS chega em breve;
  • Compartilhamento: Fornece link público do arquivo e permite compartilhar com Google+, Gmail, Facebook e Twitter com um clique. Também é possível manter o arquivo privado e compartilhá-lo com usuários selecionados que possuam uma conta do Google;
  • Extras: O Google Drive fornece reconhecimento de textos e imagens e pré-visualização de mais de trinta tipos de arquivos, inclusive vídeo em alta definição e imagens geradas pelo Adobe Photoshop;

Ubuntu One

Criado pela Canonical em maio de 2009, o serviço está disponível em one.ubuntu.com.

  • Armazenamento gratuito: 5 GB;
  • Preço do armazenamento pago: 20 GB (US$ 2,99 por mês ou US$ 29,99 por ano);
  • Limite de tamanho de arquivo: 5 TB;
  • Aplicativos: Para sistemas desktop, o Ubuntu One oferece aplicativos para Windows e Ubuntu (ambos gratuitos). Em plataformas móveis existem aplicativos para Android e iOS disponíveis (ambos gratuitos também);
  • Compartilhamento: É possível compartilhar pastas, mas é necessário ter uma conta no serviço para acessar os arquivos;
  • Extras: Forte integração com o Ubuntu. O aplicativo vem pré-instalado e a pasta sincronizada com a nuvem pode ser facilmente acessada pela pasta de documentos do usuário. Também possui serviço de streaming de músicas semelhante ao Play Music, do Google, por US$ 3,99 mensais.

Cubby (beta)

Esse é o serviço criado e lançado esse mês pelo LogMeIn, conhecido serviço de acesso remoto a desktops. Ele ainda está muito cru, mas merece ser citado. Está disponível em Cubby.com.

  • Armazenamento gratuito: 5 GB;
  • Preço do armazenamento pago: Não disponível;
  • Limite de tamanho de arquivo: Não disponível;
  • Aplicativos: Em sistemas desktop, existem aplicativos de sincronização para Windows e Mac OS X (ambos gratuitos). Nas plataformas móveis existem aplicativos para Android e iOS (ambos gratuitos).
  • Compartilhamento: Não disponível;
  • Extras: O Cubby protege os arquivos sob uma criptografia de 128 bits. O aplicativo de sincronização permite maior controle do que será compartilhado ou não, sendo possível escolher o conteúdo que estará disponível em cada dispositivo, seja smartphone ou tablet. Por enquanto o serviço está em beta: é necessário um convite para entrar.

Como você pode ver, não há um serviço melhor em todos os quesitos. O Google Drive oferece o maior leque de armazenamento extra, o Dropbox não limita o tamanho de arquivos e o SkyDrive tem a opção de compartilhamento fácil com redes sociais. No final das contas, você vai ter que escolher qual que se encaixa melhor na sua vida.

Colaboraram Paulo Higa e Thássius Veloso.