Arquivo Celular

Rumor do dia: Apple trabalha em iPhones com telas de 4,7 e 5,5 polegadas e vidro curvado

Paulo Higa
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Ok, você já deve ter lido isso há algum tempo. Os rumores de iPhones com telas grandes não são novos: há alguns meses, o Wall Street Journal e a agência de notícias Reuters publicaram a informação de que a Apple estaria desenvolvendo smartphones com telas maiores que 5 polegadas. Agora, quem diz isso é a Bloomberg: segundo a publicação, dois iPhones com telas de 4,7 e 5,5 polegadas estão sendo testados pelo pessoal de Cupertino.

De acordo com a Bloomberg, além da tela maior que as atuais 4 polegadas, esses novos iPhones possuem “vidro curvado para baixo nas bordas”. Isso provavelmente significa um novo design, embora não saibamos quão intenso seria essa curvatura: pode ser algo como o LG G Flex, que possui uma curva mais acentuada, ou um detalhe semelhante ao dos Lumias, que normalmente trazem uma pequena curva nas bordas para que o dedo deslize melhor.

Um iPhone com tela de 5,5 polegadas não é a coisa mais absurda do mundo: a Samsung está nadando em dinheiro com as vendas do Galaxy Note, então há público para isso. Já o modelo de 4,7 polegadas é mais difícil de engolir: se for lançado, provavelmente substituirá o modelo de 4 polegadas. Conheço pessoas que escolhem iPhones justamente por causa do tamanho; outros smartphones caros normalmente sacrificam a pegada em favor de um número maior.

iphone-5s-ios-7

Se tudo der certo, essas telas maiores devem estar presentes já nos próximos iPhones, que podem ser lançados no terceiro trimestre de 2014, segundo a Bloomberg. Mas vale lembrar que a Apple costuma testar muitos protótipos: pode ser que esses iPhones grandes realmente estejam nas mãos de Tim Cook e Jony Ive, mas nunca sejam lançados no mercado.

A Apple também estaria trabalhando em sensores de toque que podem detectar diferentes níveis de pressão na tela, o que pode abrir várias possibilidades para desenvolvedores de jogos e aplicativos de desenho. No entanto, essa tecnologia não deve aparecer tão cedo: espera-se que ela esteja presente somente nos iPhones lançados a partir de 2015.

Obviamente, a Apple preferiu não comentar sobre a notícia da Bloomberg, não confirmando e nem negando as informações. Mesmo assim, três veículos grandes e respeitados publicaram o mesmo rumor nas últimas semanas. Aí tem coisa.

Paulo Higa

Editor-executivo

Paulo Higa é jornalista, com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. Trabalha no Tecnoblog desde 2012, viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. É coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque