Definitivamente, a Mozilla não quer que você use o Firefox apenas para acessar páginas na web. Em parceria com a Telefónica, a organização apresentou o Hello, um sistema de videoconferências que se integra ao navegador.

Talvez a novidade até consiga “roubar” alguns usuários do Skype ou do Hangouts, por exemplo, mas a ideia é atender aqueles que buscam uma ferramenta de comunicação por vídeo intuitiva e de acesso rápido: o ponto forte do Firefox Hello é a simplicidade.

Firefox HelloPara começar, o usuário não precisa se preocupar em instalar extensões ou aplicativos. O Hello é baseado na WebRTC, API que está presente no Firefox (e também no Chrome) há pelo menos dois anos. Com ela, é possível fazer chamadas de voz ou videoconferências cifradas diretamente do navegador, sem necessidade de softwares complementares.

Outra característica notável é a não exigência de cadastro. Ao clicar no ícone da ferramenta (Chat Bubble), o usuário encontrará uma opção para gerar um link único que deve ser passado ao destinatário via email ou mensagem instantânea, por exemplo.

Quando o convite for aceito, a videoconferência tem início. Se o usuário tiver uma conta no Firefox, também poderá usá-la para se identificar no serviço.

Por enquanto, o Hello só está disponível na atual versão beta do Firefox. A Mozilla não informou quando e se pretende levar a funcionalidade à versão final: a intenção, no momento, é obter feedback.

De qualquer forma, não é necessário ficar “preso” ao Firefox para utilizar a ferramenta (ao menos teoricamente): a API WebRTC é aberta, portanto, qualquer software compatível pode iniciar ou receber chamadas.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Relacionados