Números gigantes: Rio 2016 terá rede de 40 Gb/s e 18 milhões de minutos de ligações

Paulo Higa
Por
• Atualizado há 2 semanas

Direto do Rio de Janeiro — Os Jogos Olímpicos do Rio contarão com infraestrutura gigante para atender os mais de 2 milhões de visitantes. A expectativa é gerar 3 milhões de SMS e 18 milhões de minutos de ligações (!) nas redes. Para comportar a demanda, Claro, Embratel e NET construíram uma estrutura de 370 km de fibra óptica, chamada de Backbone Olímpico.

A rede de fibra óptica da Embratel tem redundância tripla para evitar problemas de disponibilidade, alem de velocidade de 40 Gb/s, tanto para download quanto para upload. A estrutura de telecomunicações deve ter “falha zero” para atingir mais de 5 bilhões de pessoas ao redor do mundo: ela será responsável por transmitir os sinais de áudio e vídeo para o International Broadcast Centre (IBC), que distribui as imagens para mais de 200 países.

Oito mil pontos de acesso Wi-Fi foram instalados no Rio de Janeiro, em 60 instalações olímpicas. A ampliação da cobertura é uma boa notícia para quem já é assinante da Claro ou NET e poderá acessar a rede sem fio em mais lugares na cidade — no entanto, todos os que compraram ingressos poderão utilizar a conexão dentro dos locais dos eventos.

A Claro também instalou 97 estações com cobertura 3G e 4G para suportar o aumento de número de celulares durante os jogos. Uma parte do aumento da demanda nas redes móveis será causada pelas próprias empresas, que estão patrocinando o evento. Foram fornecidas 20 mil linhas de voz e dados para todos os atletas e comitivas dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos.

claro-net-embratel-rio-2016

Na TV por assinatura, 25 canais em HD, a maioria da Globosat, exibirão todas as provas dos Jogos Olímpicos, tanto na NET quanto na Claro HDTV. A vantagem da TV paga aparece especialmente em épocas de grandes eventos, como as Olimpíadas, porque a TV aberta tem canais limitados, enquanto na TV fechada basta criar novos canais, como o SporTV4, que funcionou na última Copa do Mundo.

Mas não é desta vez que você poderá aproveitar sua TV com resolução 4K: as transmissões acontecerão apenas em HD para os assinantes. Haverá testes e gravação em altíssima definição, mas eles serão realizados de maneira limitada. Na Copa do Mundo de 2014, a NET chegou a exibir jogos em 4K, mas apenas para convidados.

Paulo Higa viajou ao Rio de Janeiro a convite da Claro.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Paulo Higa

Paulo Higa

Ex-editor executivo

Paulo Higa é jornalista com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. No Tecnoblog, atuou como editor-executivo e head de operações entre 2012 e 2023. Viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. Foi coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Canal Exclusivo

Relacionados