Arquivo Antivírus e Segurança

Google vai cobrar para exibir extensões do Chrome

Thássius Veloso
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

O Google tem a constante política de oferecer gratuitamente a maior parte de seus serviços. Com o Gmail é assim, bem como com o Google Docs ou o Google Calendar. Chrome também. No entanto, a empresa reserva para si o direito de cobrar desenvolvedores. É o que será feito a partir de hoje com quem quiser enviar extensões para o Chrome.

Como você bem sabe, o Chrome atualmente conta com o site especial Extensões do Chrome, a partir do qual usuários podem buscar extensões para aquelas funcionalidades que o navegador ainda não tem. Tudo muito bem e muito bom, mas a segurança pode ser um problema. Para aumentá-la, o Google vai passar a cobrar uma taxa única de 5 dólares (menos de R$ 10) para que novos desenvolvedores mandem suas criações.

“Sua intenção [da taxa] é criar melhores salvaguardas contra extensões fraudulentas na galeria e limitar a atividade de contas de desenvolvedores maliciosos”, a empresa esclareceu.

Aqueles desenvolvedores que já têm suas extensões na galeria do Chrome não precisarão pagar o taxa, para alívio geral da nação.

Outra medida de segurança será a verificação de domínio das extensões. Por exemplo, a extensão Google Mail Checker (que checa se há novas mensagens; muito boa, por sinal) receberá o selo de autoria verificada, indicando ainda que a empresa responsável pela sua criação pode ser encontrada no domínio google.com.

Essa verificação é particularmente interessante porque permitirá que empresas como Twitter ou Facebook tenham uma forma de comprovar quais são extensões desenvolvidas por elas mesmas e, por isso, “oficiais”. Já a taxa de 5 dólares, um valor esdrúxulo, servirá para desestimular que usuários mal intencionados submetam extensões para a Galeria do Chrome.

Baixatudo | Google Chrome 5

Com informações: TechCrunch. Foto: divulgação Google.

Thássius Veloso

Ex-editor-executivo

Thássius Veloso foi editor e editor-executivo do Tecnoblog de 2008 a 2014. Liderou o noticiário e cobriu de perto os maiores acontecimentos do mercado de eletrônicos de consumo, games e serviços. É jornalista, palestrante e apresentador de tecnologia na rádio CBN e no canal de TV por assinatura GloboNews.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque