Apple recebe conta judicial de US$ 625 milhões

Thássius Veloso
Por

Nem só de lucros fabulosos vive o Vale do Silício. A Apple, uma das empresas mais valiosas do mundo, terá que pagar uma multa de US$ 625 milhões, devido a um processo que corre na Justiça americana, no qual é acusada de violar patentes ao produzir o Cover Flow. O recurso está presente no iTunes, o player de mídia mais completo (e mais lerdo) de todos os tempos. Ou quase isso.

A reclamante é a empresa Mirror Worlds LLC, que foi criada para gerenciar a propriedade intelectual de um professor da universidade Yale. Um tribunal do Texas decidiu que a Apple de fato cometeu infração sobre três patentes possuídas pela Mirror Worlds, que dizem respeito à forma como certos conteúdos são apresentados no computador.

Basicamente o Cover Flow da empresa, que está presente no iTunes, no Finder, no Safari e nos iPhones, iPods e iPads faz uso da propriedade intelectual alheia, resultando na conta milionária.

Será que podemos reproduzir uma screenshot do Cover Flow sem que sejamos processados?

O jurídico da Apple já entrou em contato com o tribunal, a fim de inicialmente paralisar a aplicação da multa. A empresa do multibilionário Steve Jobs requer uma revisão no cálculo da multa, bem como a inclusão de novos detalhes aos autos do processo. Curiosamente, a Apple não disse se ia recorrer da decisão. Por enquanto, ela só quer rever alguns detalhes e o valor da multa.

O valor de US$ 625 milhões equivale a R$ 1,04 bilhão. O suficiente para comprar nada menos que 41.840 carros populares no País.

Com informações: The Huffington Post.

Relacionados

Relacionados