Oi vai distribuir celulares e modems para clientes que foram afetados por incêndio

Thássius Veloso
Por

Clientes da Oi que utilizam a telefonia fixa e banda larga fixa na Bahia terão direito a celulares e modems gratuitos, como medida provisória para que continuem usufruindo os serviços da operadora. Para conseguir os aparelhos bastará ir a um hotel de Salvador munido de carteira de identidade e a última conta de telefone ou banda larga.

Tal medida foi adotada depois que um grande incêndio praticamente destruiu uma das principais centrais telefônicas da Oi no bairro Itaigara, em Salvador. A central atingida servia milhares de clientes, que imediatamente ficaram sem acesso à telefonia fixa e ao Velox, a banda larga da Oi. Quem optar por usar os aparelhos emprestados pela Oi terá seu número de telefone fixo associado ao SIM card do celular, para continuar recebendo as ligações, ainda que num terminal móvel.

A distribuição dos aparelhos será feita no Fiesta Bahia Hotel, localizado à Avenida Antonio Carlos Magalhães, 711, em Pituba. Clientes que não moram na capital podem procurar informações pelo telefone 0800-031-6464, que foi criado como medida emergencial. O 103-31 também deve servir para esse propósito.

De acordo com informações da Oi, os clientes não precisarão pagar a conta de telefone enquanto estiverem usando os celulares e modems da operadora, desde que se mantenham na mesma faixa de consumo dos meses anteriores. Os espertinhos que abusarem, no entanto, serão taxados normalmente. No caso dos modems, a Oi vai oferecer o Velox 3G no lugar do Velox convencional.

Como houve a destruição da central telefônica, será necessário reconstruí-la para voltar a oferecer os serviços de telefonia e banda larga plenamente. Isso deve acontecer somente em meados de janeiro do ano que vem.

Creio que a medida da Oi é bastante razoável, tendo em vista a situação em que a central telefônica da operadora se encontra. Os clientes da empresa continuaram usando a telefonia normalmente, pois não há grande dificuldade em oferecer esse serviço. Problema mesmo terão os assinantes da banda larga, que por enquanto dependerão de uma conexão 3G sujeita a todas as dificuldades relacionadas a essa tecnologia, sem falar nos limites de tráfego que a Oi impõe.

Com informações: Correio 24 Horas

Thássius Veloso

Ex-editor-executivo

Thássius Veloso foi editor e editor-executivo do Tecnoblog de 2008 a 2014. Liderou o noticiário e cobriu de perto os maiores acontecimentos do mercado de eletrônicos de consumo, games e serviços. É jornalista, palestrante e apresentador de tecnologia na rádio CBN e no canal de TV por assinatura GloboNews.

Relacionados

Relacionados