Samsung explica os cuidados que o usuário deve ter com o Galaxy Fold

Apesar de revisado, Samsung Galaxy Fold mantém alguma fragilidade

Emerson Alecrim
Por
• Atualizado há 3 meses
Samsung Galaxy Fold

O Galaxy Fold apresentou tantos problemas em seu pré-lançamento que, para a Samsung, resolvê-los foi questão de honra. Os esforços deram resultado. O primeiro smartphone dobrável da marca já está disponível em determinados mercados. Mas ser dono de um requer alguns cuidados tão importantes que a companhia preparou um vídeo para dizer quais.

Um dos cuidados reforça que o usuário não deve remover a película que recobre a tela. Na versão revisada do Galaxy Fold, a Samsung aumentou o tamanho da película para que ela possa cobrir toda a tela e alcançar as bordas. Apesar disso, não é impossível remover esse componente, daí o lembrete.

Curiosamente, a companhia também diz que uma película à parte não deve ser adicionada porque o smartphone dobrável simplesmente não precisa dela.

Outro detalhe que chama atenção é que a Samsung recomenda que o usuário dê apenas toques leves na tela. Não há explicações sobre o porquê disso. É possível que a companhia tema que toques mais vigorosos (daqueles que damos quando estamos empolgados com um jogo, por exemplo) danifiquem os componentes internos do display.

As partes superior e inferior da área de dobra do Galaxy Fold foram reforçadas com proteções adicionais. Além disso, o espaço entre a dobradiça e a carcaça do dispositivo foi reduzido. Essas medidas devem dificultar a entrada de detritos nessa área.

Samsung Galaxy Fold: Antes (superior) e depois (inferior)
Antes (superior) e depois (inferior)

Mesmo assim, a companhia coreana lembra que o smartphone não é à prova de poeira. De água tampouco, por isso, outra recomendação dada no vídeo é a de que o usuário mantenha o dispositivo protegido contra líquidos e pó.

Finalmente, a Samsung observa que imãs foram posicionados em pontos específicos do Galaxy Fold para mantê-lo dobrado com firmeza. Porém, o usuário precisar tomar o cuidado de não aproximar os imãs de chaves, moedas ou outros itens de metal que possam danificar o celular, bem como mantê-lo longe de cartões de crédito ou débito.

Mesmo com todos esses cuidados, não dá para garantir que o Galaxy Fold irá se comportar bem. Talvez seja por isso que a Samsung encerrou o vídeo lembrando que o celular dobrável conta com o Galaxy Fold Premier Service, uma espécie de suporte técnico especial dedicado ao modelo.

Para quem ainda quiser arriscar, vale lembrar: a despeito de ainda aparentar fragilidade, o Samsung Galaxy Fold custa o equivalente a US$ 1.980 nos países em que já está à venda.

Com informações: 9to5Google.

Receba mais sobre Galaxy Fold na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Relacionados