Windows 10 recebe “winget” para instalar programas por linha de comando

Microsoft Windows Package Manager (winget) tem código aberto e instala Steam, WhatsApp e outros em PCs com Windows 10

Felipe Ventura
Por

A Microsoft lançou na conferência Build 2020 uma nova ferramenta de código aberto para o Windows 10: trata-se do Windows Package Manager — ou winget para os mais íntimos — que permite instalar diversos programas de uma só vez usando um script de linha de comando. Ele já permite instalar programas como Steam, WhatsApp Desktop, Telegram, VLC, Slack e Spotify.

Windows Package Manager (winget)

O Windows Package Manager está disponível em preview no GitHub. Este gerenciador de pacotes da Microsoft permite instalar o Steam, por exemplo, de forma simples: você abre um prompt de comando, digita “winget install Steam” e tecla Enter.

Isso será bastante útil para desenvolvedores que precisam preparar seu ambiente de trabalho: o Windows Package Manager já consegue obter ferramentas como Python, RStudio, Ruby, Sublime Text, Ghostwriter e Vim.

Claro, o winget pode ser utilizado por qualquer pessoa, e também serve para instalar Evernote, Zoom, GIMP, WinRAR, qBitTorrent, FileZilla (cliente FTP), Calibre (conversor de e-books) e vários outros.

Windows Package Manager tem código aberto

Como nota o The Verge, os aplicativos da Microsoft Store ainda não aparecem no Windows Package Manager, mas isso está planejado para uma atualização futura. E o winget tem código aberto para que possa servir como um canal de distribuição de software.

Quanto à segurança, a Microsoft está fazendo uma verificação automática dos manifestos, isto é, do arquivo com informações essenciais de cada aplicativo. “Utilizamos o SmartScreen, análise estática, validação de hash SHA256 e alguns outros processos para reduzir a probabilidade de software malicioso entrar no repositório e na sua máquina”, explica o gerente de programas Demitrius Nelon em blog oficial.

O objetivo dessas iniciativas é conquistar mais desenvolvedores para usarem o Windows em vez de outros sistemas operacionais. Isso inclui o Windows Terminal, agora em sua versão 1.0; e o WSL (Windows Subsystem for Linux) para rodar programas do Linux sem precisar de dual boot.

Por sua vez, o Windows Package Manager pode agilizar o processo de onboarding em uma empresa. “Você poderia inserir winget install Terminal, winget install Visual Studio“, diz Scott Hanselman, da Microsoft, ao VentureBeat. “E se eu pudesse dar a você um script que configura seu computador? Assim você tem tudo do que precisa.”

Relacionados

Relacionados