Início / Notícias / Aplicativos e Software /

Google Files Beta ganha pasta segura com senha no Android

Versão de testes do Google Files ganha recurso de pasta segura para proteger documentos, fotos e demais arquivos com senha

Bruno Gall De Blasi

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Usuários do Google Files Beta já podem aplicar uma camada de segurança extra em seus arquivos. O Google anunciou nesta quarta-feira (5) a nova função Pasta Segura à versão de testes do gerenciador de arquivos para Android, que permite guardar documentos, fotos, músicas e afins com a proteção de uma senha de quatro dígitos.

Google Files Beta ganha função de Pasta Segura (Foto: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)

O recurso do gerenciador de arquivos pretende levar mais privacidade e segurança aos proprietários de celulares Android. A novidade inclui uma pasta protegida por senha no Files do Google, o que impede o acesso indesejado por terceiros a arquivos sigilosos, como comprovantes de banco e documentos corporativos.

A pasta segura guarda qualquer tipo de arquivo digital, sejam eles documentos em PDF ou músicas e gravações de voz em formato MP3, por exemplo. O acesso só é possível após o usuário digitar uma senha numérica de quatro dígitos. A pasta é bloqueada automaticamente assim que o aplicativo é encerrado ou minimizado.

Segundo o Android Police, as informações salvas na pasta segura não podem ser acessadas por outros gerenciadores de arquivos. Por isso, é sempre importante tomar cuidado ao limpar os dados do Files nas configurações do Android ou até mesmo desinstala-lo do celular, pois o acesso aos arquivos protegidos pode ser perdido.

O recurso começou a ser liberado nesta quarta-feira (5) na versão experimental do Files do Google (1.0.323), já disponível na Google Play Store para aqueles que estão inscritos no programa de testes do aplicativo. Segundo a companhia, a disponibilidade da função será expandida gradualmente “para mais pessoas nas próximas semanas”.

Com informações: Android Police e Google