Windows 11: imagens mostram app de Android rodando em mais de uma janela

Windows 11 permitirá o uso nativo de aplicativos para Android; imagens vazadas revelam como a integração acontecerá no sistema da Microsoft

Bruno Gall De Blasi
Por
Notebook com Windows 11 (imagem: divulgação/Microsoft)

O suporte a apps de Android é uma das várias novidades do Windows 11. Mas, enquanto o recurso ainda não está disponível aos usuários, imagens vazadas revelaram um aplicativo sendo executado em mais de um janela no sistema da Microsoft. As informações vieram a público nesta semana na rede social chinesa Bilibili.

O vazamento detalha o funcionamento do recurso que foi apresentado no anúncio do sistema, em junho. Nas imagens, nota-se que é possível abrir mais de uma janela dos aplicativos para Android, como é o caso do WeChat, que é executado em duas instâncias. Os apps também estão integrados à central de notificações do Windows.

Aplicativo para Android sendo executado em duas instâncias (Imagem: Reprodução/Windows Latest)
Aplicativo para Android sendo executado em duas instâncias (Imagem: Reprodução/Windows Latest)

Os softwares também terão um funcionamento similar aos programas nativos para Windows. As capturas de tela dão a entender que será possível fixá-los na barra de ferramentas. Além disso, os usuários devem conseguir ajustar o tamanho das janelas.

Mas ainda não se sabe quando a Microsoft vai liberar o subsistema do Windows para Android que permite o uso dos apps para dispositivos móveis no sistema. 

Apps para Android devem ser integrados à central de notificações do Windows (Imagem: Reprodução/Windows Latest)
Apps para Android devem ser integrados à central de notificações do Windows (Imagem: Reprodução/Windows Latest)

Windows 11 foi lançado com novo menu Iniciar e mais

A Microsoft começou a liberar o Windows 11 aos usuários na semana passada. A atualização confere um novo ciclo ao sistema operacional, que traz um visual reformulado com um novo menu Iniciar. O software também agrega mudanças na Microsoft Store, o retorno dos widgets, melhorias em aplicativos nativos e muito mais.

O update será disponibilizado gratuitamente a quem possui um computador com Windows 10. Para utilizá-lo, é preciso ter um PC com processador compatível de 1 GHz com dois núcleos de 64 bits, 4 GB de RAM, 64 GB de armazenamento e mais. Conheça todas as novidades da nova versão do sistema operacional.

Com informações: XDA-Developers e Windows Latest

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Bruno Gall De Blasi

Bruno Gall De Blasi

Repórter

Bruno Gall De Blasi é jornalista e cobre tecnologia desde 2016. Sua paixão pelo assunto começou ainda na infância, quando descobriu "acidentalmente" que "FORMAT C:" apagava tudo. Antes de seguir carreira em comunicação, fez Ensino Médio Técnico em Mecatrônica com o sonho de virar engenheiro. Entrou para o Tecnoblog em 2020 e também escreveu para o TechTudo e iHelpBR.

Relacionados