Início / Notícias / Celular /

Xiaomi Redmi Note 11 e 11 Pro 5G globais podem vir sem chip da MediaTek

Edição global da linha Redmi Note 11 pode ter modelos com processadores Qualcomm Snapdragon; celular serão lançados em breve

Bruno Gall De Blasi

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Falta pouco para a Xiaomi revelar a edição global da linha Redmi Note 11. Enquanto isso, alguns detalhes dos celulares vieram a público nos últimos dias, como a presença dos processadores Snapdragon em vez dos chips MediaTek na ficha técnica de dois modelos. Os smartphones serão anunciados fora da China ainda em janeiro.

Suposto Xiaomi Redmi Note 11 global (Imagem: Reprodução/Shopee Filipinas)
Suposto Xiaomi Redmi Note 11 global (Imagem: Reprodução/Shopee Filipinas)

O Redmi Note 11 deu as caras em uma loja virtual das Filipinas. A foto de divulgação informa que o smartphone terá o processador Snapdragon 680, diferente da edição chinesa que traz o MediaTek Dimensity 810. A imagem ainda indica a tela de 90 Hz, bateria de 5.000 mAh e a câmera quádrupla de 50 megapixels.

Mesmo assim, a página traz algumas contradições em relação à imagem. Na seção “Descrição do produto”, é dito que o smartphone será vendido com o MediaTek Helio G88. A lista ainda aponta que o celular tem câmera tripla. Como observado pelo Gizmochinaessas especificações são bem próximas do Redmi 10 (com exceção da câmera tripla) e do Redmi Note 11 4G, lançado na China em novembro.

Versão global do Redmi Note 11 dá as caras em loja virtual antes da hora (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)
Versão global do Redmi Note 11 dá as caras em loja virtual antes da hora (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

Redmi Note 11 Pro 5G pode ter chip da Qualcomm

Os detalhes das edições Pro também vieram a público. Segundo o MySmartPrice nesta quarta-feira (19), o Redmi Note 11 Pro 5G global deve ser lançado fora da China com processador da Qualcomm, cujo modelo ainda não foi revelado. A variante 4G, por sua vez, tende a chegar às lojas com o chip MediaTek Helio G96.

As demais especificações da dupla seriam iguais. É o caso da câmera quádrupla de 108 megapixels e a tela de 6,67 polegadas com taxa de atualização de 120 Hz. Os dois celulares da Xiaomi com o selo Redmi também teriam bateria de 5.000 mAh com recarga rápida de 67 watts e um furo no painel para abrigar o sensor de selfies. 

O lançamento dos celulares fora da China está previsto para o próximo dia 26.

Com informações: GizmochinaMySmartPrice e Xiaomiui (Twitter)