Xiaomi Redmi Note 13 é homologado e já pode ser vendido no Brasil

Xiaomi prepara o lançamento de um novo smartphone no Brasil; Redmi Note 13 já foi lançado na China e traz câmera de 108 MP

Felipe Freitas Everton Favretto
Por e
Redmi Note 13 é certificado pela Anatel e deve ser lançado em breve no Brasil (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

A Xiaomi teve mais um smartphone de suas marcas homologado no Brasil. Recentemente, o Redmi Note 13 foi certificado pela Anatel e agora já pode ser vendido no Brasil. O aparelho possui suporte para conexão 5G, NFC e integra o segmento de smartphones intermediários.

O Redmi Note 13 foi lançado em setembro na China, logo, suas especificações já conhecidas. A Xiaomi, dona da Redmi, apresentará o aparelho no dia 4 de janeiro na Índia. Aqui no Brasil, a Xiaomi ainda não publicou nenhum teaser sobre o smartphone. Logo, existe a possibilidade da fabricante lançar o modelo em outra data.

Xiaomi Redmi Note 13 terá carregador na caixa

Redmi Note 13 no certificado de conformidade técnica (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)
Redmi Note 13 no certificado de conformidade técnica (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

O certificado de conformidade técnica revela que o Redmi Note 13 será vendido com carregador na caixa. Sua bateria possui 5.000 mAh. Ao contrário dos modelos mais premium das fabricantes chinesas, esse smartphone tem suporte para carregamento rápido de “apenas” 33 W — é, mais que o iPhone 15 Pro Max.

O Redmi Note 13 é equipado com um modesto MediaTek Dimensity 6080, um processador de oito núcleos, e usa a GPU Mali-G57 MC2. O ponto forte do aparelho é a sua câmera principal de 108 MP, que é acompanhada de um sensor de profundidade de 2 MP. A lente para selfie possui 16 MP.

Na China, o Redmi Note 13 é vendido em quatro versões: 6 GB + 128 GB, 8 GB + 128, 8 GB + 256 GB e 12 GB + 256 GB. Normalmente, a Xiaomi leva para outros países menos opções de dispositivo. Por isso, algum desses modelos não deve ser trazido para o Brasil — o Redmi Note 13 será fabricado na China.

Geralmente, a Xiaomi não vende versões com armazenamento repetido. Por exemplo, o Redmi Note 12 Pro chegou por aqui apenas em duas versões de 128 GB e 256 GB, todas com 8 GB de RAM.

Relacionados