HyperOS: Xiaomi está testando nova interface no Redmi Note 12

Redmi Note 12 é um dos smartphones vendidos pela Xiaomi no Brasil; update oficial deve chegar no mês de janeiro para a versão Global do celular

Felipe Freitas
Por
Redmi Note 12 possui câmera dupla e chip Snapdragon (Imagem: Divulgação/Xiaomi)
Redmi Note 12 está disponível no Brasil e receberá a nova interface HyperOS (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Depois de anunciar sua nova interface mobile, a HyperOS, a Xiaomi inicia os trabalhos para atualizar os smartphones compatíveis com o sistema operacional. Todos os celulares que receberiam a agora extinta MIUI 15 integram a lista de aparelhos que receberão a HyperOS 1.0. Pelo que é especulado, o Redmi Note 12, um smartphone vendido no Brasil, será um dos primeiros celulares no qual a interface será disponibilizada.

A build global dos testes da Xiaomi foi encontrada nesta terça-feira (31) pelo site Xiaomiui. A equipe do site mostra que a fabricante prepara o lançamento da HyperOS 1.0 para o Redmi Note 12 4G e para a versão com NFC. No total, foram quatro builds encontradas:

  • Duas para o Redmi Note 12 4G (Global e Índia);
  • Duas para o Redmi Note 12 4G com NFC (Global e Europa).

Redmi Note 12 receberá HyperOS em breve

(Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)
HyperOS é a interface que substituirá a MIUI (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Com a presença das builds da HyperOS para o Redmi Note 12 no código da interface e o calendário de lançamento divulgado pela Xiaomi, é especulado que o smartphone receba o novo sistema operacional em janeiro de 2024. Nessa data, a fabricante deve lançar as versões internacionais do seu novo sistema operacional.

Na China, os primeiros Redmi a receber a HyperOS será a linha Redmi K60. A atualização da interface para estes celulares será liberada entre dezembro de 2023 e janeiro de 2024

O Redmi Note 12 não apareceu no primeiro cronograma da Xiaomi para as atualizações na China, o que pode indicar que ele fará parte de uma segunda leva de atualização.

Sobre o lançamento global, vale relembrar que usuários da Xiaomi no Brasil costumam reclamar da falta de atualizações de sistema operacional por aqui. Então, mesmo que o Redmi Note 12 seja vendido no Brasil e anunciado no site da fabricante, a HyperOS pode atrasar no país — sem falar nas chances do Xiaomi 14, que traz a interface de fábrica, chegar antes do update.

Com informações: Gizmochina

Relacionados