Início / Notícias / Finanças /

Registrato, que mostra se você tem dinheiro a receber de bancos, fica fora do ar

Registrato encara instabilidade nesta terça-feira (25) após Banco Central (BC) lançar ferramenta para saber se há valores a receber de bancos

Bruno Gall De Blasi

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

⚠️ Atualização: devido à instabilidade causada pela alta demanda, o Banco Central suspendeu o Sistema Valores a Receber (SVR) de forma temporária; confira a nova data para consultas aqui.

Banco Central (BC) revelou um recurso para saber se há valores a receber de bancos pelo Registrato nesta segunda-feira (24). Mas a plataforma para verificar se há contas e dívidas abertas no seu CPF começou a apresentar instabilidade após a estreia da função. Nas redes sociais, os usuários relataram que o serviço não abre.

Banco Central lança função para verificar se há valores a receber de bancos, mas Registrato fica sofre queda após a estreia (Imagem: Rodrigo Dia Tome/Flickr)
Banco Central lança função para verificar se há valores a receber de bancos, mas Registrato fica sofre queda após a estreia (Imagem: Rodrigo Dia Tome/Flickr)

A lentidão começou na segunda-feira (24), dia da estreia da nova função. Segundo o Down Detector, as queixas informando que o sistema não funciona surgiram volta das 20h e alcançou o seu maior patamar às 21h. Em seguida, o número de relatos sobre o bug começou a cair. Mas o crescimento foi retomado no dia seguinte, às 7h.

O Twitter traz mais algumas queixas em relação à falha do serviço. “O Jornal Nacional falando do site Registrato do Bacen [Banco Central] para ver se tem algum dinheiro guardado e, adivinhem, o site não está abrindo mais”, disse um usuário ontem, às 21h. “O Registrato caiu?”, perguntou outra pessoa de madrugada.

Registrato coleta relatos de instabilidade deste segunda-feira (24) (Imagem: Reprodução/Down Detector)
Registrato coleta relatos de instabilidade deste segunda-feira (24) (Imagem: Reprodução/Down Detector)

Os relatos sobre o problema continuaram a aparecer na manhã desta terça-feira (25). “O site Registrato do BC está fora do ar”, afirmou um usuário do Twitter. “Mas é claro que o Registrato não está aguentando o tanto de acesso, né”, disse outra pessoa por volta das 9h de hoje. “Vou ficar curiosa até o sistema voltar.”

Tecnoblog também tentou acessar a ferramenta nesta terça-feira (25), às 10h. Ao entrar diretamente pelo endereço do Registrato (bcb.gov.br), a página permaneceu carregando por um longo período até aparecer o erro “o Safari não pode abrir a página” do navegador. O comunicado para informar a novidade do Registrato e o site do Banco Central do Brasil também não abriram durante o teste.

Site do Registrato e demais páginas do Banco Central estão inacessíveis na manhã desta terça-feira (25) (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)
Site do Registrato e demais páginas do Banco Central estão inacessíveis na manhã desta terça-feira (25) (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

Registrato mostra se há valores a receber de bancos

A inconsistência do serviço acontece após a estreia de uma nova função do Registrato. Nesta segunda-feira (24), o Banco Central lançou uma opção para verificar se os bancos têm algum valor a repassar aos clientes. Assim, é possível resgatar a quantia via Pix pela plataforma, caso a instituição financeira tenha aderido a um termo específico com o BC, ou entrando em contato com a companhia.

O novo recurso está sendo implementando em etapas. Em primeiro momento, a plataforma vai indicar valores a resgatar a partir de contas encerradas e não sacadas, cobranças indevidas e outras situações. Depois, o sistema vai indicar quantias de tarifas ou obrigações de créditos cobrados indevidamente não previstas em Termo de Compromisso, além de outros casos. 

O Registrato ainda relata outras informações essenciais. Através da plataforma, é possível ver se há contas ou dívidas abertas com o seu CPF ou CNPJ. Também é possível ver todas as chaves Pix cadastradas em seu nome pelo serviço gratuito.

BC suspende acesso ao SVR temporariamente (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)
BC suspende acesso ao SVR temporariamente (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

BC suspende acesso ao sistema temporariamente

O Banco Central suspendeu o acesso ao Sistema de Valores a Receber (SVR). Ao acessar a plataforma, é exibido um aviso de que o lançamento do serviço “gerou demanda de acessos muito acima da esperada”, resultando na instabilidade identificada desde segunda-feira (24). Confira o comunicado na íntegra:

“O lançamento do Sistema Valores a Receber (SVR) gerou demanda de acessos muito acima da esperada, o que provocou instabilidade em sua página e também nos sites do BC, do Registrato e Minha Vida Financeira. Para estabilizar esses sites, o BC suspendeu temporariamente o acesso ao SVR.

Estamos trabalhando para que o funcionamento dos sites seja normalizado o mais breve possível e também para o retorno do SVR. Manteremos o público informado quanto a esses desenvolvimentos e pedimos desculpas pelo transtorno.”

Com informações: Agência Brasil

Atualizado às 15h19 com a informação de que o Banco Central suspendeu o acesso ao Sistema de Valores a Receber (SVR).