Xiaomi confirma que MIUI 13 chegará a estes 17 celulares até março

MIUI 13 será levada a celulares das famílias Mi 11, Redmi Note 10, Redmi 10 e mais no primeiro trimestre de 2022; confira a lista

Bruno Gall De Blasi
Por

Xiaomi revelou a lista com os primeiros celulares e tablets que receberão a MIUI 13 global. De acordo com a marca chinesa nesta quarta-feira (26), a atualização chegará aos smartphones das linhas Mi 11, Redmi Note 10, Redmi 10 e vários outros até o fim de março de 2022; a relação completa está logo abaixo.

Xiaomi revela os primeiros celulares e tablets que receberão a MIUI 13 global (Imagem: Divulgação/Xiaomi)
Xiaomi revela os primeiros celulares e tablets que receberão a MIUI 13 global (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

A lista foi revelada durante a estreia da edição global da família Redmi Note 11, que já serão comercializados com a nova versão. Segundo a companhia, o primeiro grupo será atualizado durante o primeiro trimestre de 2022, ou seja, entre janeiro e março. Além dos celulares com as marcas Xiaomi e Redmi, a lista ainda engloba o tablet Xiaomi Pad 5.

Confira a relação a seguir:

  • Mi 11, Mi 11i e Mi 11 Ultra;
  • Mi 11 Lite e Mi 11 Lite 5G;
  • Xiaomi 11 Lite 5G NE;
  • Xiaomi 11T e 11T Pro;
  • Redmi Note 11, 11S, 11 Pro e 11 Pro 5G;
  • Redmi Note 10, Redmi Note 10 Pro e Redmi Note 10 JE;
  • Redmi Note 8 (2021);
  • Redmi 10;
  • Xiaomi Pad 5.

No anúncio, a marca chinesa informou que o calendário de liberação pode depender da região. Além disso, isto não significa que estes serão os únicos dispositivos a serem atualizados: a companhia deve liberar o update para outros modelos no futuro. A lista com os demais celulares que tendem a receber a MIUI 13, porém, não foi revelada.

MIUI 13 chega com melhorias no desempenho e atalho para abrir apps (Imagem: Divulgação/Xiaomi)
MIUI 13 chega com melhorias no desempenho e atalho para abrir apps (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

O que há de novo na MIUI 13?

A MIUI 13 foi anunciada pela primeira vez em dezembro, na China. Assim como na versão chinesa, a edição global foca na melhoria do desempenho. Para isto, a atualização vai trazer um recurso apresentado como “Armazenamento Líquido” (tradução livre) que promete melhorar a eficiência do armazenamento em 60%. A memória RAM também foi otimizada para rodar mais apps simultaneamente.

Outras melhorias estão previstas. É o caso dos novos algoritmos que vão incrementar a priorização de atividades para garantir um processamento mais veloz e, claro, dar um empurrão na performance. O consumo de recursos também foi otimizado para aumentar a autonomia da bateria em 10%, conforme a marca chinesa.

A MIUI também ficará mais próxima da One UI, a interface da Samsung. A atualização também inclui uma barra lateral que promete facilitar o uso da multitarefa do Android e poderá ser exibida ao arrastar o dedo dos cantos para o centro. Assim, o usuário terá uma lista de apps para serem executados sem precisar ir à tela inicial, por exemplo.

A MIUI 13 beta já está disponível ao Redmi Note 10, Redmi Note 10 Pro e Mi 11 Lite.

Relacionados

Relacionados