Início / Notícias / Gadgets /

Xiaomi Watch S1 Active com oxímetro de pulso é liberado pela Anatel

Xiaomi Watch S1 Active possui corpo circular, como o Samsung Galaxy Watch 4, e sensores para monitorar atividades físicas

Bruno Gall De Blasi

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Xiaomi Watch S1 Active recebeu o sinal verde para ser comercializado no Brasil. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) homologou o relógio da Xiaomi nesta quarta-feira (15), mesmo dia da estreia global do wearable. Entre os destaques do lançamento, estão o oxímetro e o corpo circular como o Galaxy Watch 4.

Linha Xiaomi Watch S1 possui modelos com corpo de metal (Active) e moldura de aço inoxidável (Imagem: Divulgação)
Linha Xiaomi Watch S1 possui modelos com corpo de metal (Active) e moldura de aço inoxidável (Imagem: Divulgação)

A certificação é destinada a um produto da Xiaomi de modelo M2116W1 homologado a pedido da DL Eletrônicos. O código é o mesmo que aparece em um hands-on do Xiaomi Watch S1 Active publicado pelo NotebookCheck na segunda-feira (14). O wearable, vale lembrar, foi oficialmente anunciado pela Xiaomi no dia seguinte.

A documentação da Anatel aponta para outros detalhes. É o caso da única unidade fabril, localizada na China. Além disso, o certificado de conformidade técnica informa que o dispositivo será comercializado com um cabo para fazer a recarga da bateria. Mas não indica se o wearable será acompanhado por um adaptador de tomada.

Certificado de homologação do Xiaomi Watch S1 Active (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)
Certificado de homologação do Xiaomi Watch S1 Active (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

Xiaomi Watch S1 Active possui oxímetro de pulso e mais

A Xiaomi anunciou o seu novo relógio na terça-feira (15), junto ao Xiaomi 12 global. Ao todo, dois modelos foram anunciados, incluindo a variante Active, que possui moldura de metal, várias opções de cores e pesa apenas 36,3 gramas. A edição convencional, por sua vez, tem vidro de safira e estrutura de aço inoxidável de grau 316L.

Em termos de recursos, os dois modelos são iguais. Tanto o Watch S1 quanto o Watch S1 Active têm oxímetro de pulso para medir a saturação de oxigênio no sangue (SpO2). A dupla também monitora batimentos cardíacos e acompanha exercícios. 

A bateria do lançamento ainda promete durar doze dias, a depender do uso. Já a conectividade com o celular é feita através do Bluetooth 5.2. O dispositivo também conta com NFC para fazer pagamentos por aproximação com cartão Mastercard e traz a assistente virtual Alexa, da Amazon, embutida.

No exterior, o Xiaomi Watch S1 Active custa US$ 199. Já o modelo mais robusto está à venda com o preço sugerido de US$ 269. Os valores equivalem a cerca de R$ 1.000 e R$ 1.355, respectivamente, em conversão direta.

Não há previsão de data e preço de lançamento do relógio no Brasil.

Colaborou: Everton Favretto