Notícias Aplicativos e Software

Microsoft Office bloqueia macros de arquivos baixados pela internet

Macros do Microsoft Office são poderosas, mas podem ser usadas indevidamente para levar arquivos maliciosos a computadores

Bruno Gall De Blasi
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Microsoft resumiu uma atualização que oferece mais segurança ao Office. Na quinta-feira (21), a companhia voltou a bloquear macros baixadas pela internet por padrão ao executar apps da suíte de escritório da companhia. A medida visa impedir o uso indevido de arquivos para atacar computadores com vírus e outras ameaças.

Uma pessoa com Word aberto em notebook
É possível criar notas de rodapé no Word e no Google Docs. (Imagem: Windows/Unsplash)

A alteração visa garantir uma camada extra de proteção à suíte. Com a medida, a Microsoft pretende evitar que os computadores sejam infectados com ameaças através de macros. Afinal, por mais útil e inocente que esse recurso possa parecer, um hacker pode aproveitar um arquivo do Office para infectar um computador com vírus.

Por isso, a Microsoft anunciou no começo do ano que passaria a bloquear toda macro em Visual Basic for Applications (VBA) baixada pela internet. A decisão, no entanto, não teve uma boa recepção entre os usuários. Por isso, a companhia suspendeu a liberação da atualização no mês passado, em reação às críticas recebidas.

Microsoft Office exibe aviso ao executar macros obtidas da internet (Imagem: Reprodução/Microsoft)
Microsoft Office exibe aviso ao executar macros obtidas da internet (Imagem: Reprodução/Microsoft)

Microsoft Office bloqueia macros baixadas pela internet

Mas não demorou muito para a empresa retomar os seus planos. Recentemente, o painel de atualizações do Microsoft 365 recebeu um novo aviso: 

“Com base em nossa análise dos comentários dos clientes, fizemos atualizações para nosso usuário final e nossa documentação de administração para deixar mais claro quais opções você tem para diferentes cenários”, afirmaram. “Por exemplo, o que fazer se seus usuários tiverem arquivos no SharePoint ou arquivos em um compartilhamento de rede.”

A nova documentação acompanhou a liberação da atualização. Dessa forma, a Microsoft voltará a limitar a execução de macros obtidas em origens desconhecidas. Assim, ao abrir os arquivos, os usuários receberão o seguinte aviso: “a Microsoft bloqueou a execução de macros porque a origem desse arquivo não é confiável”. 

A notificação aparece ao executar um arquivo com uma macro baixado pela internet. Além do alerta, o usuário tem acesso a um botão de “Saiba mais” para levá-lo a um guia com mais instruções sobre a medida e como acessar a macro. Mas não são todas as versões que serão afetadas neste momento.

Segundo um documento da Microsoft, a atualização afeta o Access, Excel, PowerPoint, Visio e o Word. Além disso, a alteração começou a ser distribuída na versão 2203. Confira o calendário de liberação:

Canal de AtualizaçãoVersãoData
Canal Atual (Visualização)Versão 2203Iniciado em 12 de abril de 2022
Canal AtualVersão 2206A partir de 27 de julho de 2022
Canal Empresarial Mensal‌A ser determinadoA ser determinado
Canal Empresarial Semestral (Visualização)‌A ser determinadoA ser determinado
Canal Empresarial Semestral‌A ser determinadoA ser determinado

“À medida que distribuirmos essa alteração para o Canal Atual nas próximas semanas, nem todos os clientes verão a alteração imediatamente”, explicaram. “A alteração não afeta o Office em um Mac, Office em dispositivos Android ou iOS ou Office na Web”.

Vale lembrar que a Microsoft também desativou macros do Excel 4.0 neste ano.

Com informações: BleepingComputer

Bruno Gall De Blasi

Bruno Gall De Blasi é jornalista e cobre tecnologia desde 2016. Sua paixão pelo assunto começou ainda na infância, quando descobriu "acidentalmente" que "FORMAT C:" apagava tudo. Antes de seguir carreira em comunicação, fez Ensino Médio Técnico em Mecatrônica com o sonho de virar engenheiro. Entrou para o Tecnoblog em 2020 e também escreveu para o TechTudo e iHelpBR.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque