Xiaomi Smart Band 7 Pro, com GPS e oxímetro embutidos, ganha edição global

Pulseira fitness da Xiaomi possui GPS para oferecer dados mais precisos ao fazer exercícios; Xiaomi Smart Band 7 Pro está à venda fora da China

Bruno Gall De Blasi
Por

Xiaomi revelou a edição global da Xiaomi Smart Band 7 Pro nesta terça-feira (4). Três meses após a estreia chinesa, a pulseira fitness com GPS embutido e tela AMOLED de 1,64 polegada estará disponível em mais países. O lançamento ainda traz oxímetro de pulso (SpO2) e bateria que promete longa duração.

Xiaomi Smart Band 7 (Imagem: Divulgação/Xiaomi)
Xiaomi Smart Band 7 (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

O wearable foi apresentada pela primeira vez em julho. Assim como no modelo chinês, a edição global possui uma tela de 1,64 polegada retangular, em um formato que lembra a Huawei Band 7. O dispositivo ainda conta com resistência à água (5 ATM) e pesa 20,5 gramas sem a pulseira.

E por falar na pulseira, é possível comprar o gadget com as seguintes opções de cores: azul, branco, laranja, preto, rosa e verde. Segundo a Xiaomi, a bateria dura até 12 dias sem parar, a depender do uso.

Xiaomi Smart Band 7 Pro traz GPS embutido

O wearable resolve um dos maiores gargalos da Mi Band 7: a ausência do GPS. Sendo assim, os usuários podem utilizar o recurso para rastrear a rota de corridas, caminhadas e afins com mais precisão. Além disso, o dispositivo é capaz de monitorar mais de 110 exercícios diferentes.

Os recursos de saúde também atraem os holofotes. Além dos sensores para rastrear os batimentos cardíacos, o dispositivo é capaz de monitorar o nível de oxigenação do sangue. O lançamento ainda acompanha o sono, estresse, o ciclo menstrual e oferece exercícios de respiração para manter a calma.

Para se conectar ao celular, a pulseira traz Bluetooth 5.2. O wearable também é compatível com celulares Android 6.0, iPhones com iOS 12 ou versões mais recentes. O dispositivo é operado através do app Mi Fitness.

Xiaomi Smart Band 7 (Imagem: Divulgação/Xiaomi)
Xiaomi Smart Band 7 (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Redmi Pad tem chip MediaTek e tela de 90 Hz

A Xiaomi também revelou o Redmi Pad ao público global. Com processador MediaTek Helio G99, o tablet oferece tela de 10,61 polegadas com taxa de atualização de 90 Hz. O dispositivo ainda traz bateria de 8.000 mAh com recarga de 18 watts. Mas a marca chinesa envia um carregador de 22,5 watts na caixa do lançamento.

Outro destaque fica câmera frontal de 8 megapixels com lente ultrawide. Segundo a fabricante, o sensor ajuda a enquadrar todas as pessoas na imagem durante uma chamada de vídeo. O Redmi Pad também traz recursos para dividir a tela e abrir mais de um app ao mesmo tempo para aprimorar a multitarefa do tablet.

Redmi Pad (Imagem: Divulgação/Xiaomi)
Redmi Pad (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Preço e disponibilidade

A Xiaomi Smart Band 7 Pro chegará às lojas da Europa pelo preço sugerido de 99 euros (cerca de R$ 510 em conversão direta). Já o Redmi Pad custará a partir de 279 euros (por volta de R$ 1.445 em conversão direta).

Não há previsão de lançamento dos dois produtos no Brasil.

Nesta terça-feira (4), a marca chinesa também anunciou o Xiaomi 12T Pro com câmera de 200 megapixels.

Relacionados

Relacionados