Tem chatos marcando sua @ no Twitter? Você poderá impedir isso em breve

Novidade permitiria bloquear menções do seu perfil por pessoas ou páginas indesejadas; ainda não há confirmação da chegada do recurso

Ricardo Syozi
Por

Não sei vocês, mas nem sempre gosto quando sou mencionado em conversas inteiras no Twitter sem realmente saber o motivo de estar sendo marcado. Felizmente, parece que a rede social do passarinho azul está trabalhando em uma forma de dar mais controle para o usuário no quesito “menções”. Ao que tudo indica, a empresa já está testando a nova funcionalidade.

Twitter
Twitter (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Mais uma vez, a desenvolvedora e leaker Jane Manchun Wong descobriu a novidade e logo a compartilhou com seus seguidores.

Aparentemente, o recurso dará ao usuário a possibilidade de decidir como as menções vão funcionar para cada perfil. Será possível bloquear totalmente as marcações ou limitar quem poderá fazê-lo, com as opções de “qualquer um” ou “apenas pessoas que você segue”.

Ainda não há uma data para a estreia dessa opção ou se ela realmente chegará um dia. Contudo, seria uma adição muito bem-vinda, especialmente para as pessoas que prezam o máximo por sua privacidade.

Marcação em postagens não é algo inédito, ainda mais no Twitter. Porém, é comum acontecer de uma conversa longa entre vários usuários ficar lançando notificações, mesmo que você não esteja participando. Tudo porque alguém realizou uma menção com seu @ nos primeiros tuítes.

É verdade que podemos silenciar uma conversa para evitar tal situação, mas o bloqueio de menções serviria principalmente para impedir desconhecidos de marcarem a sua conta sem a sua permissão.

Em suma, essa é realmente uma atualização que me agradaria bastante.

Twitter testou novidades também com a hashtag

Parece que as marcações são o foco atual da rede social. Além de realizar experimentos com as menções de usuários, a empresa também vem pensando em alternativas para as hashtags.

Segundo Jane Manchun Wong, pode ser que em um futuro próximo, apenas marcas ou propagandas poderão fazer uso do popular #. Assim, palavras comuns ou que não têm relação alguma com companhias não mais poderiam ser transformadas em links.

Por exemplo, ainda daria para criar comunidades ao redor da #Nike, mas não seria possível fazer isso com a palavra #bacaninha, a não ser que exista uma marca com essa nomenclatura. Dá para especular que o motivo para essa mudança seja desenvolver uma nova forma de monetização.

Seja como for, dos dois testes mais recentes por parte do Twitter, esse é o mais polêmico.

Com informações: XDA.

Relacionados

Relacionados