Google Chrome testa função que “freia” uso de memória RAM (agora vai?)

Recurso encontrado no Chrome Canary (versão para testes) mostra função Memory Saver, que hiberna abas inativas para poupar RAM

Emerson Alecrim
Por

O Google Chrome é popular, mas também carrega a fama de ser um grande devorador de memória RAM. Talvez isso mude em um futuro próximo. Um recurso chamado Memory Saver foi encontrado recentemente na versão Canary do navegador. Trata-se de uma função que permite “frear” o consumo de RAM.

Google Chrome (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)
Google Chrome (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Não que o Google já não tenha tentado otimizar o uso de recursos de hardware pelo Chrome. O problema é que, apesar dos esforços anteriores, o navegador ainda pode ocupar grande parte da memória RAM disponível em muitos computadores.

Botando as abas para dormir

Eis que um participante do Reddit, que se identifica como Leopeva64-2, vasculhou o Chrome Canary (versão de testes para desenvolvedores) mais recente. Na área de configurações, ele descobriu o tal Memory Saver.

Na verdade, esse recurso foi descoberto há algumas semanas. Porém, ainda não havia muita clareza sobre o seu objetivo. Sabia-se que ele poderia indicar a quantidade de RAM usada por cada aba, mas não ia muito além disso.

Agora, ficou claro que, quando ativado, o novo recurso faz abas abertas, mas inativas, hibernarem. Com isso, a memória RAM alocada para essas abas é liberada para outras tarefas no computador, sem que o procedimento prejudique o desempenho do navegador.

Se o usuário acessar uma aba hibernada, esta será reativada, de modo que memória RAM volte a ser alocada para ela. Nesse processo, o Google Chrome avisa que aquela aba estava inativa e, na mesma mensagem, informa a quantidade de memória RAM liberada pelo Memory Saver.

É de se presumir que a recuperação de uma aba inativa leve alguns instantes para ser concluída ou faça uma página ser atualizada quando isso não é desejado. Felizmente, a captura de tela liberada por Leopeva64-2 mostra que é possível adicionar exceções, isto é, sites cujas abas nunca devem ser hibernadas.

Função Memory Saver no Chrome Canary (imagem: Reddit/Leopeva64-2)
Função Memory Saver no Chrome Canary (imagem: Reddit/Leopeva64-2)

Por que não pensaram nisso antes?

Na verdade, já pensaram, sim. Algumas extensões para Chrome já fazem o navegador poupar a memória RAM desativando abas em desuso. Uma delas é chamada justamente de Memory Saver. Outra, mais conhecida, é a The Great Suspender Original.

Essas extensões existem há algum tempo, mas somente agora os desenvolvedores do Google se deram conta de que essa abordagem de economia de RAM faz sentido. Antes tarde do que mais tarde, certo?

Presumo que, para máquinas com 8 GB de RAM ou mais, o Memory Saver nativo do Chrome não contribuirá muito para o desempenho. Mas, em notebooks antigos ou com hardware modesto, talvez a diferença seja facilmente perceptível.

Só não sabemos se e quando o recurso aparecerá na versão final do Chrome. Não imagino que seja algo para breve, afinal, funções que lidam com o desempenho precisam ser bem testadas antes da liberação. Por ora, nos contentemos em saber que este é um trabalho em andamento.

Ah, sim: você deve ter notado que a captura de tela mostra outra função, a Battery Saver. Ela simplesmente desativa efeitos visuais e limita outros recursos para prolongar a autonomia de bateria de notebooks. Esse também é um atributo em teste, ainda sem previsão de liberação na versão final do Chrome.

Com informações: Android Police.

Relacionados

Relacionados