Google compra empresa de avatar por US$ 100 milhões para concorrer com TikTok

Shorts do YouTube pode ganhar novas opções de personalização com avatares e emojis; transação foi oficializada pelo Google, mas sem informar detalhes

Ricardo Syozi
Por

Segundo uma fonte do TechCrunch, o Google adquiriu a Alter, uma startup que desenvolve avatares a partir de inteligência artificial. Os valores não foram divulgados oficialmente, mas ao que tudo indica, giram em torno de US$ 100 milhões. Isso pode ser considerado como uma empreitada para concorrer com o TikTok, que vem ganhando espaço como um buscador mais específico para os usuários.

Interface do Alter (Imagem: Divulgação / Alter)
Interface do Alter (Imagem: Divulgação / Alter)

A Alter, previamente chamada de Facemoji, tem sede nos Estados Unidos e República Tcheca. Ela começou como uma plataforma de avatar plug-and-play que oferecia sua tecnologia para diversas redes sociais e de jogos. Em 2021, a empresa recebeu investimentos de marcas como Play Ventures e Roosh Ventures. O Twitter, por exemplo, investiu cerca de US$ 3 milhões na companhia.

Aparentemente, a compra por parte do gigante de buscas foi finalizada de maneira silenciosa entre agosto e setembro de 2022. Como consequência, vários executivos da startup já haviam alterado seus perfis do LinkedIn, em especial o COO, Jonathan Slimak. Dessa forma, estava ficando mais complicado esconder a informação da aquisição.

Na quinta-feira (27), um porta-voz do Google confirmou a negociação ao TechCrunch, mas não liberou dados como valores finais ou termos do acordo.

TikTok se tornou um concorrente inesperado

Avatar no TikTok (Imagem: YouTube / mommy pham ann)
Avatar no TikTok (Imagem: YouTube / mommy pham ann)

Curiosamente, o aplicativo de vídeos curtos vem se mostrando uma dor de cabeça para o Google no quesito “buscador”. Isso porque, muitos usuários estão usando a plataforma chinesa para realizar pesquisas mais específicas, como de restaurantes e produtos culturais.

Essa situação surgiu de forma orgânica por quem usa o app. Para muitos, é simplesmente mais fácil buscar por algo através do TikTok, já que eles acabam indo de encontro às opiniões de seus influenciadores favoritos. Ou seja, vão direto para os pontos de maior interesse, sem precisar passar por páginas e páginas do famoso buscador.

Essa briga recente pode ser vista com mais detalhes no especial do Tecnoblog.

Como resultado, os burburinhos indicam que o Google tem a intenção de direcionar mais esforços na plataforma Shorts do YouTube. A aquisição da Alter pode representar isso, já que conseguiria oferecer aos usuários avatares exclusivos para a produção de seus vídeos curtos.

Com informações: Android Police.

Relacionados

Relacionados