Redmi Watch 3 possui tela maior e bateria que dura mais de dez dias

Lançamento da Xiaomi, Redmi Watch 3 monitora mais de 120 exercícios diferentes; Redmi Band 2 também foi anunciada pela marca chinesa

Bruno Gall De Blasi
Por

Além do Redmi K60, a Xiaomi atualizou o seu portfólio de wearables. Nesta terça-feira (27), a fabricante lançou o Redmi Watch 3, que oferece um painel quase 15% maior e bateria de longa duração. A companhia também apresentou a Redmi Band 2 também com painel mais largo e oxímetro de pulso (SpO2).

Redmi Watch 3 (Imagem: Divulgação/Xiaomi)
Redmi Watch 3 (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

O Redmi Watch 3 possui um corpo quadrado, ao estilo do Apple Watch.

Com tela de 1,75 polegada, maior do que o Redmi Watch 2, o relógio oferece brilho de até 600 nits. No lado direito, também há um botão para navegar pela interface do wearable.

Tudo isso é alinhado com a resistência à água de 5 ATM e a pulseira esportiva, que oferece mais conforto ao fazer exercícios.

A bateria é outro destaque. Com 289 mAh, o componente promete passar até 12 dias longe das tomadas – a depender do uso, é claro.

Redmi Watch 3 monitora mais de 120 exercícios

O lançamento possui GPS embutido e oferece uma vasta lista de recursos.

A começar pela capacidade de acompanhar mais de 120 atividades físicas diferentes. O relógio também conta com sensores para registrar a oxigenação do sangue e os batimentos cardíacos.

Além disso, o Redmi Watch 3 monitora o ciclo menstrual e o nível de estresse do usuário.

O lançamento custa 499 iuanes (cerca de R$ 380 em conversão direta) na China.

Redmi Band 2 (Imagem: Divulgação/Xiaomi)
Redmi Band 2 (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Redmi Band 2 é mais simples

A Redmi Band 2 é uma alternativa a quem procura um wearable mais simples.

Comecemos pelo design com o corpo esticado, que se aproxima de lançamentos da Huawei, como a Huawei Band 7. O painel de 1,47 polegada é 76% maior do que a geração anterior, segundo a Xiaomi.

O gadget não possui botões, ao contrário do Redmi Watch 3. Todavia, os usuários podem navegar pelo sistema pela tela sensível ao toque. O wearable também possui resistência à água (5 ATM).

Além disso, a bateria de 230 mAh promete até 14 dias de uso.

Em termos de saúde, a Redmi Band 2 traz o mesmo par de sensores do relógio, incluindo o oxímetro. Todavia, a Xiaomi reduziu a capacidade de monitoramento de exercícios para trinta modalidades.

Mas isto não deve impedir de você registrar os mais populares, como corrida, ciclismo e afins.

O wearable chegou às lojas da China por 159 iuanes (R$ 120).

Não há previsão de lançamento dos produtos no Brasil.

A Xiaomi também lançou a linha Redmi K60 nesta terça-feira (27).

Com informações: Gizmochina

Relacionados

Relacionados